header top bar

section content

VÍDEO: Secretário diz qual o procedimento para casos suspeitos de coronavírus no Alto Sertão da Paraíba

Geraldo Medeiros esclareceu que o exame para o coronavírus não pode ser solicitado pelo paciente, mas pelo médico após seguir protocolos do Ministério da Saúde

Por Jocivan Pinheiro

17/03/2020 às 22h11 • atualizado em 17/03/2020 às 22h17

A Paraíba tem, até esta terça-feira (17), 64 notificações de suspeita de infecção pelo novo coronavírus. Delas, 48 casos seguem em investigação e 16 foram descartados. Embora o estado ainda não tenha confirmado nenhum caso, a escalada do vírus no Brasil está assustando a população paraibana.

Nas regiões do estado onde não há hospitais de referência, a população ainda não sabe quais procedimentos devem ser tomados em caso de suspeita do Covid-19.

No programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão, o secretário de Saúde do estado, Geraldo Medeiros, esclareceu que o exame para detectar o coronavírus não pode ser solicitado pelo paciente, mas sim pelo médico, e isso só depois de seguir os protocolos determinados pelo Ministério da Saúde.

Segundo Geraldo Medeiros, no Sertão do estado a orientação é que o exame seja solicitado somente para pessoas que estiveram no exterior ou nos estado do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Pernambuco e Distrito Federal, ou então que tiveram contato com alguém que esteve nesses locais. Mas além disso, é preciso que o paciente esteja apresentando sintomas como tosse seca, falta de ar, febre, coriza, moleza no corpo e falta de apetite.

VEJA TAMBÉM

Programa Xeque Mate recebe médico de Cajazeiras e fala sobre sintomas e prevenção do coronavírus

No entanto, segundo Geraldo Medeiros, a maioria das pessoas no Sertão do estado que apresentam esses sintomas é portadora de uma virose comum, como uma gripe, por isso não existe casos confirmados de Covid-19 na região.

Onde tratar casos confirmados

O secretário disse que somente dois hospitais de referência podem internar e tratar pacientes de qualquer parte do estado que seja diagnosticado com coronavírus, são eles o Hospital Pedro I, em Campina Grande, e o Complexo Hospitalar Clementino Fraga, em João Pessoa.

“É preciso que a população entenda que não é chegar no laboratório e dizer ‘eu quero fazer o exame do corona. Tem que obedecer a protocolos. As pessoas hoje são orientadas a irem para casa se apresentam esses sintomas e ficarem em isolamento domiciliar evitando contato com outras pessoas, e tem essa referência de ter tido contato com alguém confirmado de coronavírus, e aí nessa região não tem nenhum caso”, disse Geraldo Medeiros.

DIÁRIO DO SERTÃO

DIRETOR DA UNIDADE

VÍDEO: Médico desmente boato sobre funcionários com Covid-19 em hospital de Sousa e anuncia teste rápido

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Padre elogia formação de comitês e pede engajamento da população na prevenção ao coronavírus

CUIDANDO DAS FINANÇAS

VÍDEO: Coach dá dicas de como selecionar dívidas prioritárias para economizar durante a epidemia

AJUDA DURANTE A EPIDEMIA

VÍDEO: Câmara de Cajazeiras doará parte do duodécimo para distribuir cestas básicas a famílias carentes

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!