header top bar

section content

UFF determina volta do uso de máscara em locais fechados

Portaria leva em conta aumento no contágio pela doença no estado

Por Agência Brasil

01/06/2022 às 10h51

Foto: Reprodução / Paula Fernandes/SCS/UFF - Universidade Federal Fluminense / Agência Brasil

A Universidade Federal Fluminense (UFF) determinou a volta do uso obrigatório de máscaras de proteção respiratória em ambientes fechados em todos os campos da instituição.

A UFF tem três campi em Niterói, na região metropolitana do Rio, além de outras unidades acadêmicas na cidade e em oito municípios do estado: Angra dos Reis; Campos dos Goytacazes, Macaé, Nova Friburgo, Petrópolis, Rio das Ostras, Santo Antônio de Pádua e Volta Redonda.

Há ainda um núcleo experimental em Iguaba Grande, uma fazenda-escola em Cachoeiras de Macacu e uma unidade avançada em Oriximiná, no Pará.

A determinação foi feita por meio da Portaria nº 68.362, com data desta terça-feira (31) e divulgada nesta quarta-feira (01) pela universidade, com base em informe técnico liberado nesta semana pelo Grupo de Trabalho (GT) Covid-19 da UFF, que acompanha o cenário epidemiológico da doença no estado.

De acordo com o documento, que se baseia nas informações divulgadas pela Secretaria estadual de Saúde, o cenário de estabilidade permite a continuidade das atividades presenciais do semestre letivo na universidade.

É importante, porém, a retomada de medidas não farmacológicas de proteção, já que muitos sintomas da covid-19 podem ser confundidos com os de outras doenças respiratórias, que aumentam neste período do ano.

“Em virtude do cenário de sazonalidade de infecções respiratórias e de maneira totalmente esperada e previsível, há possibilidade de aumento de número de funcionários e alunos com covid-19. Neste momento, é fundamental que todos os casos confirmados sejam obrigatoriamente notificados para que se tenha a dimensão, o mais próximo possível, do quantitativo de pessoas acometidas. A subnotificação interna impede que ações mais específicas possam ser tomadas”.

O uso de máscaras em ambientes abertos continua voluntário, e a obrigatoriedade em ambientes fechados é temporária, recomendada, em princípio, até 30 de junho.

O GT recomenda também a higienização de mãos com água e sabão ou álcool a 70% frequentemente e a avaliação precoce de pessoas com sintomas gripais.

Em caso de piora no cenário epidemiológico, as atividades presenciais podem ser suspensas.

A 2ª edição do Panorama Covid-19, divulgado sexta-feira (27) pela Secretaria de Saúde, indica cenário de estabilidade nos contágios pela doença, porém com leve aumento nas taxas de positividade dos exames diagnósticos e nos atendimentos na rede de atenção primária à saúde.

A taxa de positividade para o exame RT-PCR ficou estável, passando de 20,4% entre 8 e 14 de maio, para 15% na média móvel do período, de 15 a 21 de maio.

Para os testes de antígeno, a taxa de positivos passou de 15,6% para 18,4%. Os atendimentos por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) aumentaram 9% no mesmo período.

De acordo com os dados do Monitora Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz, a incidência de casos no estado do Rio passou de 892,14 no dia 20 de maio para 2.538,71 nesta terça-feira (31), na média móvel de sete dias.

Os óbitos continuam estáveis, na faixa de dez registros por dia na média móvel.

OPORTUNIDADE TOP

VÍDEO: Maquiador do Instituto Ana Hickman fará curso de maquiagem profissional em Cajazeiras

ILÍCITO

VÍDEO: Carga de cigarros contrabandeados avaliada em mais de R$ 1 milhão é apreendida na região de Sousa

MUNDO DO CRIME

VÍDEO: Homem é preso e menor apreendido na região de Sousa com drogas que tinha como destino Natal-RN

DIA 08 DE SETEMBRO

VÍDEO: Reunião confirma presenças dos oito candidatos ao Governo da PB no debate da TV Diário do Sertão

Recomendado pelo Google: