header top bar

section content

DER anuncia licitação para recuperação de rodovias e o Sertão será beneficiado com operação tapa-buraco

O valor dos serviços é da ordem de 26 milhões, com prazo de validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, conforme está previsto na lei.

Por Luzia de Sousa

25/04/2016 às 08h18 • atualizado em 25/04/2016 às 08h26

Operação Tapa Buraco foi iniciada na cidade de Cajazeiras

A diretoria do Departamento de Estradas e rodagens da Paraíba esteve reunido com os oito residentes rodoviários visando colocar em prática um programa de conservação e recuperação da malha rodoviária asfaltada do Estado, por empresas contratadas, através de licitações públicas, bem como a manutenção de todas as estradas de terra com patrolamento e roço por administração direta.

Ao abrir a reunião, o diretor superintendente do DER, Carlos Pereira de Carvalho mostrou a preocupação do governador Ricardo Coutinho (PSB) em relação a malha rodoviária, recomendando ao órgão uma atenção especial na conservação das rodovias, principalmente beneficiar o elevado investimento realizado no programa Caminhos da Paraíba, que ultrapassa 1,2 bilhão.

Já o secretário de infraestrutura dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente, da Ciência e Tecnologia, João Azevedo saudou os participantes do evento e destacou o empenho do governador com o programa Caminhos da Paraíba, com a pavimentação, restauração e construção da malha rodoviária no estado.

Veja também

Estrada da região de Cajazeiras está 95% pronta e deve ser inaugura este ano por RC

Nova fase: Obras de rodovia de Bernardino Batista são retomadas e continuam em ritmo acelerado

Em seguida ao detalhar o programa, Carlos Pereira explicou que após a licitação, as empresas vencedoras darão início aos trabalhos de conservação rotineira em toda a malha pavimentada, que já ultrapassa 3600 quilômetros de extensão.

O valor dos serviços é da ordem de 26 milhões, com prazo de validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, conforme está previsto na lei das licitações. Os contratos serão assinados, inclusive com ordens de serviços já no início de junho deste ano.

O diretor de Operações, Hélio Cunha Lima, que também participou da reunião disse que a contratação de empresas para o serviço de conservação (tapa buraco, roço e sinalização) ficarão sob fiscalização das residências rodoviárias, que darão mais atenção aos trabalhos de conservação das estradas terra com 2000 quilômetros, com patrolamento e roço de forma rotineira e permanente com a supervisão obrigatória dos gestores nas áreas de suas jurisdições.

Na região de Cajazeiras, as reclamações eram muitas em relação aos buracos nas estradas, a exemplo da PB 393 que liga Cajazeiras a São João do Rio do Peixe, rodovia para Bom Jesus, Cachoeira dos Índios, São José de Piranhas a Boa Vista e Cajazeiras a São José de Piranhas.

O DER começou a operação tapa-buraco na PB que dá acesso à Cachoeira dos Índios, entretanto os motoristas e a população estavam reclamando de lentidão nos trabalhos, na realidade o DER tem poucos funcionários para executar serviços.

DIÁRIO DO SERTÃO com Jornal Gazeta

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”