header top bar

section content

CULTURA! Cajazeiras precisa preservar sua memória e não destruí-la, diz empresário

Beto Montenegro nasceu na cidade de Pombal, mas ainda criança veio com a família para Cajazeiras

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

20/04/2019 às 09h37 • atualizado em 21/04/2019 às 01h43

O programa Balanço Diário contou com a participação do empresário Beto Montenegro, que falou sobre a história e a cultura da cidade de Cajazeiras.

Beto Montenegro reside em João Pessoa, mas nasceu na cidade de Pombal. Ainda criança veio com a família para Cajazeiras, aqui ele cresceu e adotou Cajazeiras como sua terra mãe.

O empresário destacou a importância do Teatro Ica da cidade de Cajazeiras para a cultura: “Tenho acompanhado que há espetáculos constantes no Teatro Ica, e estamos no caminho certo.”

Beto ainda afirmou que é preciso preservar a cultura e as pessoas que fizeram a história de Cajazeiras: “Temos que valorizar mais a cultura, que realmente acho que o FUMINC está funcionando, são coisas que tem que ter e há importância, e acho que a gestão atual está sensibilizada a ver com bons olhos esse lado. Eu estou lá em João Pessoa e tenho acompanhado através dos meios de comunicação diretamente aqui de Cajazeiras, diariamente e acho que é por ai, Cajazeiras respira cultura, vai respirar muito tempo cultura e vejo muito pelo lado da preservação”, disse o empresário.

Veja mais detalhes da entrevista no vídeo acima!

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras alerta que “pobreza se avoluma cada vez nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’

NASCEU DE NOVO!

VÍDEO: condutor-socorrista do SAMU salva bebê que estava engasgado e sem respirar em Patos