header top bar

section content

Francisco Cartaxo

Escritor, filiado União Brasileira de Escritores/PE, ex-secretário de Planejamento da Paraíba, ex-secretário-adjunto da Fazenda de Pernambuco, ex-secretário-adjunto de Planejamento do Recife, Articulista semanal do jornal Gazeta do Alto Piranhas, de Cajazeiras, Consultor associado à CEPLAN, Consultoria Econômica e Planejamento.

Email: cartaxorolim@gmail.com

| 13/08/2018 08:28

Da rede da vovó aos braços de Foucault

Na pequena cidade do Lastro, sertão da Paraíba, enquanto balançava o neto na rede, a avó contava a história de um tal de Chico Pereira. – Quem foi Chico Pereira, vó? – Foi um cangaceiro, meu filho. Mas que não fazia mal a ninguém. Foi um jovem injustiçado. Mataram o pai dele, e ele teve […]


| 06/08/2018 08:19

Efeitos políticos da Operação Andaime (2)

Semana passada, comentei a sentença proferida pelo juiz da 8ª Vara Federal da subseção judiciária de Sousa, Marcos Antônio Mendes de Araújo Filho. Essa decisão encerra, na primeira instância, o processo originado na Operação Andaime, deflagrada em junho de 2015. Abordei os reflexos políticos e eleitorais em Cajazeiras. E o fiz com fundamento, quase sem […]


| 30/07/2018 09:17

Efeitos políticos da Operação Andaime

Agora a gente sabe. A Justiça Federal, sediada em Sousa, divulgou a sentença condenatória de 13 pessoas pela prática de ações criminosas, identificadas a partir da Operação Andaime. E absolveu outras tantas. As penas anunciadas – restritas ao núcleo de Cajazeiras – variam de 3 a 48 anos e 6 meses. Neste caso, reduzida para […]


| 22/07/2018 10:46

Dora sem véu

Ronaldo Correia de Brito está com novo romance nas livrarias. O terceiro, desde que saiu o premiado Galiléia (2008), também pela Alfaguara. Sua produção literária se espalha ainda em contos, peças de teatro, crônicas. Cearense de Saboeiro, Ronaldo estudou no Crato até vir para o Recife cursar medicina. Erudito, burila em base firme o que […]


| 16/07/2018 11:54

Cartas de Ivan Bichara

Os meninos não deram as cartas na Rússia. Voltaram sem a taça. E sem graça. Em jatinhos, próprios ou alugados. Fiz a minha parte, torci. Agora retorno a meus papeis velhos. Nem ligo mais para eles, os meninos de Tite. Que fiquem calculando o quanto deixarão de acrescentar ao patrimônio, por não segurarem o caneco. […]


| 09/07/2018 08:35

O gol derreteu a ideologia

México. Julho de 1970. Copa do Mundo. O Brasil lutava pelo tri. Aqui, o governo militar torcia para tudo dar certo. O general-presidente, rádio de pilha ao ouvido, buscava no futebol popularizar sua imagem e a do regime. O gaúcho Garrastazu Médici presidia os anos de chumbo do movimento de 1964, o golpe dentro do […]


| 01/07/2018 08:47

Waldir Pires, um homem de bem

Ninguém na política brasileira se igualou a Waldir Pires, em matéria de retidão de caráter. Uma raridade no mundo político, dominado pela lei de Gerson. Quinta-feira passada,dia 22, em Salvador,Waldir fechou os olhos de vez. Sua última aparição pública se dera dez dias antes, no lançamento de sua biografia, escrita pelo jornalista, doutor e deputado […]


| 26/06/2018 13:08

No dia em que eu quis ser bispo

Acompanho a vida cultural de Cajazeiras em fragmentos, pelas redes sociais, consultando sites e blogs. Uma conversa aqui e ali pelo telefone também me ajuda a ir formando um quadro da cena artística atual,marcado pela efervescência, dizem,sob a condução do nosso Gérard Depardieu, o secretário Bira de Assis. Todos os dias vejo imagens e leio […]


| 17/06/2018 12:58

A copa do mundo e a eleição

O verde-amarelo começa a dar tons de patriotismo, nossotime em movimento nos gramados da Rússia. Com isso,arquiva-sepor alguns dias a confusa eleição para presidente da República. A coincidênciaeleição/copa de futebol não é novidade. Existe há décadas. Muitos gostam de misturar os dois eventos. No passado, usaram a habilidade de nossos craques para atrair a simpatia […]


| 11/06/2018 14:46

Cangaço na ficção de Ivan Bichara

Uma folha caída no chão, o canto de um pássaro, um corpo estendido no asfalto, o chicote na mão do pai, o grito do professor, um lenço branco a tremular, o abraço de despedida, um gesto com a mão, um homem escanchado feito um porco, o olhar triste, o sorriso da mulher nua. Qualquer coisa […]