header top bar

Padre Djacy

section content

Minha mensagem aos bispos que irão visitar as obras da transposição

02/03/2016 às 16h01 • atualizado em 02/03/2016 às 16h24

Padre Djacy

Padre Djacy

Por Padre Djacy Brasileiro

“Tive sede, e me destes de beber (Mt,25,35)

Queridos irmãos profetas do Senhor, parabéns por abraçar, incondicionalmente, essa bandeira luta tão humanitária, tão cidadã, tão cristã, que é o Projeto de transposição de águas do rio São Francisco. Uma prova cabal de que estão ouvindo o clamor de milhões de nordestinos por água, por vida.  É um grito pungente, estremecedor, afinal,  a sede é grande, e só quem passa sede sabe o tremendo desespero.

Senhores Bispos, no ano de 2007, eu me acampava em frente ao palácio do Planalto, com uma grande cruz de latas, em Brasília, clamando ao governo federal para que desse início a esse salutar e humano projeto hídrico. Graças a Deus, o governo ouviu o nosso clamoroso apelo. A foi obra foi iniciada, apesar de tantos atropelos ambientais, jurídicos etc.

Como sertanejo, como pastor, abracei essa causa com muito amor, porque meu sonho maior é ver os meus  queridos irmãos nordestinos libertando-se não  só da sede, mas das injustiças sociais causadas tantas vezes pelos poderosos que se aproveitam das secas inclementes, cruéis. Não abandonarei a causa abraçada, irei até o fim, custe o que custar, pois sou louco de amor pelo querido Nordeste.

Senhores pastores, moro no Vale do Piancó, sertão paraibano, uma região que há muito tempo vem sendo castigada impiedosamente por longas estiagens. Aqui, infelizmente, sem querer fazer sensacionalismo, a situação é dramática. Falta água para o consumo humano e animal. Quem tem dinheiro cava poços, compra água, quem não o tem, fica, coitado (a), à mercê dos famosos carros pipa, ou se humilhando a um ou a outro.

Diria, senhores Pastores, que neste pedaço de chão rachado, torrado, o comércio de água se instalou, onde quem dinheiro, repito,  bebe água, e pobre morre de sede.

Meus irmãos na fé em Cristo e no sacerdócio, na região onde moro, há numa luta renhida para que o governo, através do Ministério da Integração Nacional, inclua, com URGÊNCIA, o nosso rio Piancó nesse projeto supracitado. Ora, recebendo água do São Francisco, o nosso Vale do Piancó irá ter uma melhora sensível no âmbito socioeconômico, contribuindo enormemente para que milhares de sertanejos vivam com mais dignidade.

Senhores Profetas do Deus da vida, clamem por todos os nordestinos que passam sede, que clama por vida digna, mas de modo especial por todos  nós que moramos nesta região sertaneja  tão distante, tão esquecida, tão excluída, tão marginalizada, tão sedenta de água e de JUSTIÇA SOCIAL.

Pedra Branca-PB, em 29 de fevereiro de 2016.

E-mail: padredjacy@hotmail.com

Padre Djacy

Padre Djacy

Pároco da paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, da cidade de Pedra Branca, no Vale do Piancó, Diocese de Cajazeiras, Paraíba.

Contato: padredjacy@hotmail.com

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

Padre Djacy

Padre Djacy

Pároco da paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, da cidade de Pedra Branca, no Vale do Piancó, Diocese de Cajazeiras, Paraíba.

Contato: padredjacy@hotmail.com