header top bar

section content

FORTE: Mãe da criança vítima de apendicite em Cajazeiras se emociona em programa ao vivo e revela sofrimento da criança até a morte; Menina pediu para chamar um padre

A mulher já procurou o Ministério Público e denunciou o hospital e a médica por negligência; "Levaram tudo de mim"

Por Luzia de Sousa

01/04/2016 às 19h23 • atualizado em 01/04/2016 às 20h48

A funcionária pública, Maria Jusinere (Nerinha), mãe da cajazeirense Maria Gabrielle, de 8 anos, que morreu durante o final de semana, em Patos, vítima de apendicite participou nesta sexta-feira (1), do programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão e contou que a criança deu entrada no Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB), quatro vezes. A menina era filha única.

Gabrielle com o tio em Cajazeiras

Gabrielle com o tio na cidade de Cajazeiras

Com um brinquedo da criança nos braços, a mãe explicou que no dia 14 de março a pequena Gabrielle apresentava um quadro de febre, vômito e dores abdominais, mas a medicação foi dipirona e buscopan, e em seguida foi liberada. No dia seguinte, a mulher disse que a criança não apresentava melhora e retornou ao hospital, onde foi atendida por uma médica, realizou exames e foi constatada uma bactéria, mas a menina foi novamente encaminhada de volta para casa.

“A médica muito arrogante disse que quem sabia das coisas era ela. Dra. a senhora poderia ter salvado a minha filha naquele momento”. Declarou a mãe emocionada.

No dia 26, Sem acreditar mais no HUJB, a mulher disse que foi procurar o Hospital Regional de Cajazeiras, mas teve que retornar para o hospital infantil, desta vez com a ajuda dos profissionais do HRC. “Já era grave demais. Minha filha não tinha mais chance”, lamentou a mãe informando que o médico de posse do exame detectou apendicite.

Após o diagnóstico, a menina retornou ao HRC, mas não pode ser cirurgiada porque estava com alto grau de infecção e não tem UTI neonatal. Gabrielle foi transferida para a cidade de Patos, onde passaria por cirurgia, pois a apendicite estava estrangulada, mas demorou porque a criança ainda não tinha nenhum exame de imagem.

“Minha bebzinha. Só tinha ela. Eles me destruíram. Perguntei quanto eles queriam pra salvar a minha filha”. Revelou a mãe chorando.

Gabrielle foi batizada antes de sair do HRC

Gabrielle foi batizada antes de sair do HRC

Ela disse que somente no dia seguinte é que a criança foi chamada para a cirurgia, mas não resistiu e faleceu. A funcionária pública informou que desde a partida de Gabrielle que está sob efeito de medicamento e passa por acompanhamento do psicólogo.

Nerinha informou que deu entrada no Ministério Público questionando o hospital pelo atendimento e pela negligência da médica.”Quero Justiça. Não quero que nenhum pai ou uma mãe passe pelo que eu estou passando”.

Pedido
Antes de ser transferida para a cidade de Patos, Gabrielle teria pedido a mãe para chamar um padre para que ela fosse batizada. A menina recebeu o batismo no hospital de Cajazeiras, onde já apresentava um quadro debilitado.

O outro lado
A diretora do HUJB, Mônica Paulino disse que é de interesse do hospital averiguar o que ocorreu, mas disse que estava havendo uma difamação por parte da imprensa com o hospital.

Monica Paulino informou que a menina deu várias entradas no hospital, mas apresentava quadro de cansaço.

Segundo a diretora, a menina foi diagnosticada com um quadro de infecção e foi tratada. “Quando há suspeita de apendicite encaminhamos para a avaliação do cirurgião no HRC”, adiantando que nas primeiras entradas Gabriele não apresentava quadro de apendicite.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan