header top bar

section content

Cristina Moura

Jornalista e Professora cajazeirense, radicada no estado do Espírito Santo.

Email: moura.cristina@gmail.com

| 02/04/2020 16:44

Exclamações e bolinhas ao vento

Um dos itens fundamentais para se dar bem numa redação de concurso é o cuidado com a pontuação. Isso nem é mais novidade. É apenas um lembrete. Não são poucos os textos em que me deparo com exclamações, uma chuva, uma ruma, um balaio. Se fosse somente o sinal conhecido, um traço na vertical com […]


| 26/03/2020 16:12

Talvez os minutos surgissem

Mesmo enfileirados, entendíamos o que se passava a trinta metros de distância. Entramos num meio de transporte. Não era ônibus, van, nave, nada que eu tivesse visto. Mas, de todos os meios, parecia um trem subterrâneo. Sentamos. Havia um ícone em cada poltrona, indicando nosso novo nome e nosso novo número. Nossas aparências mudavam gradativamente, […]


| 12/03/2020 16:21

Tudo sobre o povo celta

Sabendo que meu público-leitor é sagaz, não preciso dizer que esse título é uma grande inverdade. Ainda estou analisando o vetor do problema, dentro do tema que trata sobre autores de livros com mania desse tudo. Tudo, tudo, tudo. Tudo sobre tal assunto. Tudo sobre tal pessoa. Tudo mesmo. Eles garantem e vendem, e muito. […]


| 05/03/2020 11:19

Com pimenta e tudo

Na crônica passada, cometi um erro duplo, de concordância nominal e de revisão. Eita. Ainda bem que existe uma alegria dupla também: leitores compreensivos e edição toda semana. No início do último parágrafo, escrevi: Mas confesso que minha torre de refrigerantes ruiu e, com ele, grande parte da minha ligação com a cor lilás. Correção: […]


| 28/02/2020 08:20

Regra número um

Na TV, um comercial com uma nova cor: lilás. Era a Fanta Uva sendo lançada. O que seria aquele líquido colorido e fermentado, não sei. Doce, é certo. Açúcar, uma bomba de glicose. Mas criança por acaso quer saber de coisa que faz mal, manual de instruções, bulas, estatutos regimentos: sim. Sim. No meu caso, […]


| 21/02/2020 08:20

Meu brinquedo platônico

Mercado Central: início dos anos de 1980. Eu procurava fazer tudo certinho, ser bem obediente e comportada nos lugares, sabendo que havia a possibilidade de ganhar um pão doce com garapa. Garapa, que eu digo, é caldo de cana. Claro. Pois é. Ir ao Mercado era um presente, uma premiação, algo que eu pudesse desfrutar, […]


| 14/02/2020 08:34

Lino e Leno

Das asas de uma arribaçã, que se reproduziu em inúmeras outras, ocorreu o fato. Todas migraram de arribada. Ao perceberem-se, Arribaçã se fez, para voar mais alto. Equiparam-se do que há de mais saboroso no campo das ideias e equacionaram suas andanças. Pousaram no sertão paraibano, para servir de inspiração às pessoas que veem, imaginando […]


| 31/01/2020 08:30

Zap Zap 1990

Por obra divina, pequenos seres acharam de se reencontrar durante intensivos quatro ou nove, até dez anos. Mesma escola, cidades diferentes, realidades diversas, mas a mesma intenção de retribuir tantos momentos bons. Momentos outros que não foram tão agradáveis, a princípio, mas que nos trouxeram grandes lições para a eternidade. Atualmente, nós nos encontramos no […]


| 17/01/2020 08:25

Conexão com o limbo

E para quem acha que poesia não existe, não posso fazer nada. Posso respirar bem fundo e encontrar no próprio ar um poema flutuante. Posso encontrar no silêncio uma passarela de encantos, sentir a divinização das palavras. Posso, em cada pedaço de linha, costurar novas ideias, mesmo sabendo que não encontrarei onde estirar o tapete. […]


| 07/01/2020 08:19

Cordel Quirinada

Felicíssima estou com a receptividade do meu primeiro cordel. Quirinada é o nome. Foi produzido especialmente para a festa da família Quirino de Moura, no finalzinho do ano passado. A festança foi uma maravilha. Senti falta dos que já se foram desse plano terrestre. Senti falta dos que, ainda bem vivos, não compareceram ao importante […]

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!