header top bar

Fernando Caldeira
string(6) "coluna"

section content

CZ: crescer por onde?

30/11/2018 às 10h09

O grande desafio de qualquer cidade é viabilizar seu crescimento, gerando progresso. Porque sem ele as pessoas vão embora. Diminuindo o número de moradores, cai o ritmo de crescimento, freia-se o desenvolvimento. Uma coisa puxa a outra.

Polo do Alto Sertão inicialmente pelo ensino e comércio, Cajazeiras é destaque atualmente pelo ensino de terceiro grau.  Os cursos superiores hoje oferecidos têm feito da terra do padre Rolim um centro atrativo de novos moradores. São alunos, professores, técnicos e outros profissionais que chegam para dar vazão à crescente demanda dessa área. Atraídos pelas oportunidades geradas na educação superior, esses novos moradores ampliam outras demandas pessoais nas áreas de comércio, serviços, saúde, telefonia, transporte, etc… . A cidade cresce, o progresso se amplia.

A educação é um filão que a cidade tem, mas que precisa saber ampliar para continuar sua marcha de crescimento e progresso. A questão é como?

Afinal, longe dos grandes centros, Cajazeiras encontra sérias dificuldades de relacionamentos intereducacionais, interculturais, intersociais, e portanto intercomerciais. É preciso reduzir distâncias, reduzindo essas dificuldades!

Ora, temos um aeroporto pronto mas que pouco ou quase nada nos serve. Precisamos fazê-lo operar! É por ele que aqueles nossos difíceis relacionamentos serão facilitados. Com a rapidez que o deslocamento aéreo proporciona, o filão educação tende a ampliar-se, ampliando-se as demandas dele e as por ele geradas, como já citamos.

Mas não é só educação. É produção e turismo também. Ou já nos esquecemos que estamos próximos de sermos receptor das águas do Velho Chico?

Quando Boqueirão de Piranhas nos proporcionar segurança hídrica via Rio São Francisco, Cajazeiras poderá produzir legumes, hortaliças, grãos,…, em quantidade. Começaremos a nos fornecer o que outros centros hoje nos fornecem. Percebem a diferença? Será mais empregos, mais salários, mais consumo, mais comércio, mais renda, mais demanda, mais dinheiro circulante…., mais progresso! Igualmente a educação, teremos que superar a barreira das distâncias. E aí, novamente, entra nosso aeroporto. Precisamos fazê-lo operar!

Com sua barragem recuperada, e não poderá ser diferente, Boqueirão poderá voltar a ter um dia uma reserva de 255 milhões de metros cúbicos d´água. Isso é um mar d´água. Isso é um espelho d´agua que convida aos esportes e turismo náuticos. Que por sua vez demandam serviços para suas atividades. Serviços que demandam gente, que geram salários, que geram consumo, etc, etc, etc… .  Não demorará teremos um hotel fazenda nos arredores do açude para receber essa gente. Aí novamente operar nosso aeroporto se faz imprescindível.

Não é sonho. É lógica. É conseqüência!

TI TI TI`S

*Prefeito José Aldemir, Senadores José Maranhão, Veneziano Vital e Daniela Ribeiro, Deputados Federais Efraim Filho, Agnaldo Ribeiro e Gervásio Maia, Deputados Estaduais Júnior Araújo, Dra. Paula e Jeová Campos. Eis uma excelente pauta para os srs trabalharem conjuntamente em Brasília: colocar o aeroporto regional de Cajazeiras em operação comercial;

*Serra Talhada (PE) e Mossoró (RN) já têm vôos comerciais operando em seus aeroportos;

*Identificado como menos apto pelo deputado Jr. Araújo (Avante) do que colegas seus como Léa Silva, Moacir Menezes, Kleber Lima, entre outros, para ser candidato a prefeito de Cajazeiras, o vereador Marcos Barros não deixou barato: “cuide do seu grupo político; do PSB cuidamos nós”, pontou;

*Em entrevista ao Trem das Onze, Jr. Araújo confirmou que seu grupo terá candidato a prefeito de CZ em 2020, mas não quis apontar nomes. “Não vou fulanizar, mas esse nome nós vamos escolher com nossos aliados”, garantiu;

*A propósito, provocado, Marcos Barros (PSB) disse que o projeto político de Jr. Araújo era um projeto familiar “que será banido da vida pública!”;

*Domingo tem DEBATES POPULARES no Trem das Onze!  

Fernando Caldeira

Fernando Caldeira

Jornalista profissional em diversas emissoras de rádio e jornais da Paraíba, atualmente é articulista do Gazeta do Alto Piranhas (Cajazeiras), produtor e apresentador do programa Trem das Onze, apresentado aos domingos pela Rádio Alto Piranhas, colunista dos portais diariodosertão, politicapb, obeabadosertao, canalnoite, e mantém na internet o portal www.fernandocaldeira.com.br

Contato: caldeira.fernando@bol.com.br

VÍDEO

Músico dá show no Acústico Diário e anuncia novo CD de trabalho; ele contou sobre o início da carreira

57 ANOS

VÍDEO: Prefeito prepara obras para serem entregues no dia da cidade em Santa Helena e convida população

MAIS UMA ESPECIALIDADE

VÍDEO: Clínica de Cajazeiras conta agora com médico especialista em doenças do intestino, reto e ânus

EPISÓDIO 14

VÍDEO: Coisas de Cajazeiras mostra trajetória do ex-prefeito Chico Rolim e fala de segurança no trabalho

Fernando Caldeira

Fernando Caldeira

Jornalista profissional em diversas emissoras de rádio e jornais da Paraíba, atualmente é articulista do Gazeta do Alto Piranhas (Cajazeiras), produtor e apresentador do programa Trem das Onze, apresentado aos domingos pela Rádio Alto Piranhas, colunista dos portais diariodosertão, politicapb, obeabadosertao, canalnoite, e mantém na internet o portal www.fernandocaldeira.com.br

Contato: caldeira.fernando@bol.com.br