header top bar

Francisco Cartaxo

section content

De Rosilda Cartaxo ao padre Gualberto

11/08/2021 às 19h32 • atualizado em 11/08/2021 às 19h34

Coluna de Francisco Frassales Cartaxo. (Foto: reprodução/portal Coisas de Cajazeiras).

Por Francisco Frassales Cartaxo

No sábado, dia 31 de julho, a Academia Cajazeirense de Artes e Letras – ACAL encerrou a semana de festejos do centenário de nascimento da escritora Rosilda Cartaxo Dantas. Irmã mais velha de Eudes Cartaxo, Rosilda nasceu em Cajazeiras, mas ficou dividida entre nossa terra e São João do Rio do Peixe, onde viveu a família de seu pai, José Gonçalves Dantas, “Seu Dé”. Por isso, ela lhe dedicou a maior parte de sua profícua vida de professora e animadora cultural.

A ACAL cumpriu sua missão. Tangenciou as limitações impostas pela pandemia, recorrendo à mídia cajazeirense e usou a tecnologia para cuidar da divulgação de valores históricos da Ribeira do Rio do Peixe, a partir do exame da biografia de Rosilda Cartaxo. E o fizemos estreitando o relacionamento com um grupo de amigos de São João do Rio do Peixe e, também, em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, do qual Rosilda foi sócia efetiva e presidente. O sucesso alcançado se deve assim à colaboração espontânea e imprescindível de emissoras de rádio, televisões online, sites, blogs das duas cidades sertanejas. Sem isso, o esforço de preservação de valores históricos teria sido quase em vão. Portanto, registro aqui a gratidão formal da diretoria da ACAL a todos, sem exceção.

Vem aí outro centenário de patrono da ACAL.

Já está em preparação o programa para festejar, no dia 14 de outubro, os 100 anos de padre Luiz Gualberto de Andrade. Será comemorado com o mesmo intuito de chamar a atenção de personagens, episódios, ações e atos que contribuíram para a evolução da sociedade cajazeirense e sertaneja. Enfim, para preservar-lhes a memória. No caso do padre Gualberto, a ACAL já está cuidando da programação, por meio da Comissão, encarregada de seu Centenário. Nomeada em 9 de fevereiro, é composta de cinco sócios efetivos da Academia, presidida pelo ocupante da Cadeira 28, padre Francivaldo Albuquerque, e integrada pelos confrades Chagas Amaro, Francelino Soares, Gilson Souto Maior e Linaldo Guedes. Muito em breve, essa Comissão apresentará à diretoria da ACAL, para apreciação e decisões, o esboço da programação comemorativa.

A ACAL trabalha dessa forma, a fim de bem cumprir uma das missões para qual foi criada: tornar viva a memória da sociedade cajazeirense por meio do salutar pretexto de cultuar personagens que ajudaram a construir nossa história.

Presidente da Academia Cajazeirense de Artes e Letras – ACAL

Francisco Cartaxo

Francisco Cartaxo

Francisco Sales Cartaxo Rolim foi secretário de planejamento do governo de Ivan Bichara, secretário-adjunto da fazenda de Pernambuco – governo de Miguel Arraes. É escritor, filiado à UBE/PE e membro-fundador da Academia Cajazeirense de Artes e Letras – ACAL. Autor de, entre outros livros, Guerra ao fanatismo: a diocese de Cajazeiras no cerco ao padre Cícero.

Contato: cartaxorolim@gmail.com

TRISTEZA

VÍDEO: Atos fúnebres dos PRFs assassinados em Fortaleza é marcado por homenagens e muita comoção

SITUAÇÃO DIFÍCIL

VÍDEO: Portador de doença rara que mora em sítio de Cajazeiras fala sobre dificuldades para tratamento

COMUNICADO

VÍDEO: CDL de Cajazeiras confirma fechamento do comércio no Dia do Comerciário; Sousa funciona normal

LUTO

VÍDEO: Cajazeirense de 16 anos perde luta contra tumor na cabeça e morre em hospital de João Pessoa

Francisco Cartaxo

Francisco Cartaxo

Francisco Sales Cartaxo Rolim foi secretário de planejamento do governo de Ivan Bichara, secretário-adjunto da fazenda de Pernambuco – governo de Miguel Arraes. É escritor, filiado à UBE/PE e membro-fundador da Academia Cajazeirense de Artes e Letras – ACAL. Autor de, entre outros livros, Guerra ao fanatismo: a diocese de Cajazeiras no cerco ao padre Cícero.

Contato: cartaxorolim@gmail.com

Recomendado pelo Google: