header top bar

Abraão Vitoriano

section content

O amor tem asas

29/05/2017 às 18h19

Certa vez, saí da terapia com uma inquietação tamanha: para que serve o rabo? Por mais que buscasse concatenar um pensamento plausível, ora: serve para demonstrar afeto, para expressar fome; nada disto convencia-me.

À época, estava a viver um amor ensandecido, um quebra-cabeça sentimental no qual uma peça sempre sobrava. Uma peça maior que as outras e totalmente desnecessária àquela cena. Por conta dela e de outras que foram surgindo, encarei uma briga comigo mesmo, já que pela lógica: aquela relação não fazia o menor sentido. Não porque a outra pessoa possuísse defeitos nebulosos. Não porque eu fosse o cúmulo da exigência. Pairava ali uma entrega inútil sobre a qual minha terapeuta metaforizava: para que serve?

Eis que agora, como solteiro profissional, consigo compreender tanta coisa, das mais urgentes, das substituíveis, das vãs, absolutamente dispensáveis. Viver um vínculo amoroso demanda uma construção baseada em laços autênticos os quais envolvem o desejo, o saber lidar com as diferenças e a famosa “reciprocidade”. Se determinado item estraga a receita, por que insistir? Por que permanecer ao lado de alguém que não te envolve, não te inspira, não te liberta ou não te motiva a abrir os braços e sorrir? Por que ficar com aquele que é mais “não”, meramente para não ficar sozinho?

Assim como a planta precisa podar para crescer melhor, assim como os pássaros não vestem nada mais que suas assas, assim se enlaçam os amantes: com o necessário para acender as molduras da alma. O rabo, por não ter um fim prático, vem a ser um peso. E o amor, avassaladoramente livre, não suporta carregar nada. O amor não tem rabo. Tem asas.

Abraão Vitoriano

Abraão Vitoriano

Formado em Letras e Pedagogia. Pós-graduado em Educação. Escritor. Poeta. Revisor de textos. Professor na Faculdade São Francisco da Paraíba e na Escola M. E. I. E. F Augusto Bernadino de Sousa.

Contato: abraaovitoriano@hotmail.com

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco

SERTÃO PRESTIGIADO

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, OAB-PB empossa os eleitos para comandar a instituição

ÁGUA

VÍDEO: Prefeito de Santa Helena inaugura barragem na comunidade São Bento e açude já acumula água

Abraão Vitoriano

Abraão Vitoriano

Formado em Letras e Pedagogia. Pós-graduado em Educação. Escritor. Poeta. Revisor de textos. Professor na Faculdade São Francisco da Paraíba e na Escola M. E. I. E. F Augusto Bernadino de Sousa.

Contato: abraaovitoriano@hotmail.com