header top bar

José Antonio

section content

Padre Gervásio celebra 60 anos de vida sacerdotal

25/07/2021 às 23h32

Gervásio Fernandes Queiroga

Por José Antonio

“A tristeza da minha vida é não ser santo” (Pe. Gervásio)

Neste 26 de julho de 2021, o Padre Gervásio Fernandes de Queiroga celebra 60 anos de vida sacerdotal. Ao longo destas seis décadas foi e continua sendo um dedicado missionário, empunhando a bandeira em defesa e promoção dos direitos humanos e nos ensinamentos do cristianismo.

Devido as suas posições em defesa dos pobres e principalmente por “organizar” os trabalhadores rurais, e por “falar demais” circulou até uma noticia que teria ido ao exterior aprender guerrilha e outra, por passar 15 dias viajando em seu fusca pelo interior do Nordeste, “plantaram” uma noticia, no Correio da Paraíba, de que havia sido preso e algemado pela Polícia Federal, “por causa de atividades subversivas”.

As falas do Padre Gervásio, principalmente através dos microfones da Rádio Alto Piranhas, deixavam “ouriçados” determinados segmentos da sociedade cajazeirense e regional e principalmente os políticos da ARENA, que o consideravam um “elemento perigoso” e faziam o que fosse possível para “queimá-lo” junto ao exército e as autoridades, mas, com sua verve e com seu “espírito gozador”, ria e levava tudo isto na galhofa.

Padre Gervásio em seu livro-entrevista de “memórias”, a “Tristeza de não ser santo”, considerou este período de sua caminhada, em “tempo bonito”, “que arriscávamos a vida, pela causa do Evangelho, em favor dos mais pobres”.

Vejo o meu querido amigo e meu professor de Filosofia, nos bancos escolares do velho e inesquecível Colégio Diocesano Padre Rolim, como um grande e extraordinário missionário, igual ou maior ainda do que outro valoroso filho de Cajazeiras, o Padre José Tomaz de Albuquerque. São incontáveis os Cursos de Formação que já fez, de cidade em cidade. Foi um peregrino deste imenso e sofrido sertão, sem asfalto, de terra batida, que ao final de cada jornada tinha poeira até nos caroços dos olhos.

Nestes 60 anos de vida sacerdotal, foi vigário substituto de várias paróquias e pároco da Catedral de Nossa Senhora da Piedade, professor universitário em Cajazeiras, Sousa e Natal; fez programas nas Rádios Alto Piranhas, em Cajazeiras e
Espinharas de Patos.

Como “exilado” da diocese de Cajazeiras (esta é uma longa história), “refugiou-se em Patos e residiu num bairro marginal, “entre os pobres”, mas foi o tempo “que considero o mais feliz de minha vida”.

Passou mais de uma década em Roma, onde se graduou, fez especialização, mestrado e doutorado. É considerado um dos maiores conhecedores de Direito Canônico.

O caminhar deste padre pela Diocese de Cajazeiras e outras, é um exemplo de humildade, fé, doação, amor e da prática aos ensinamentos do cristianismo e tem como instrumento a palavra, palavra da verdade que deixa marcas indeléveis nos corações dos que o ouvem; umas podem ferir e contrariar, outras são bálsamos e esperança.

Viva Padre Gervásio!

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br

BANDIDAGEM

VÍDEO: Dupla realiza assalto em Coremas e um deles é preso planejando outro roubo na região de Pombal

A CASA CAIU

VÍDEO: Terceira pessoa é presa na Operação Pega Ladrão, da Polícia Civil, em Cajazeiras

ASSASSINATO

VÍDEO: Homem é morto com vários disparos de arma de fogo em via pública de cidade da região de Pombal

SETEMBRO VERDE

VÍDEO: Grupo da Central de Transplantes da PB inicia Campanha no Sertão e fala ao Balanço Diário

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado pelo Google: