header top bar

section content

VÍDEO: Marquinhos confirma pré-candidatura e manda recado a adversários: “Por que não podem ser vices?”

Marquinhos Campos disse que não pretende desistir da sua candidatura a prefeito para ser candidato a vice-prefeito em uma das outras chapas

Por Jocivan Pinheiro

21/06/2020 às 17h36 • atualizado em 21/06/2020 às 18h12

O comerciante Marquinhos Campos, que é irmão do deputado estadual Jeová Campos (PSB), negou que tenha intenção de desistir da sua pré-candidatura a prefeito de Cajazeiras neste ano, também pelo PSB.

Marquinhos disse que não pretende desistir da sua candidatura a prefeito para ser candidato a vice em uma das outras chapas (possivelmente duas).

“Essa minha candidatura não me pertence mais, pertence a Cajazeiras. Os homens e mulheres decentes dessa cidade, os clubes de serviços, os pensadores, aqui cabem todos. Os sonhadores, os intelectuais, os professores, cabem as universidade, cabem os alunos, os jovens que estão na periferia precisando se profissionalizar, aqui cabe quem quer o bem dessa cidade”, respondeu.

“Essa minha pré-candidatura está pronta, com pé no chão, com muita vontade de vencer, com muita simplicidade, mas com muito compromisso de fazer essa Cajazeiras grande que eu tenho sonho”, completou.

VEJA TAMBÉM

Marquinhos Campos recebe apoio de 22 pré-candidatos a vereador na cidade de Cajazeiras

Indagado se aceitaria ser candidato a vice-prefeito em uma das outras duas chapas, que possivelmente terão a ex-prefeita Denise Oliveira e o atual prefeito José Aldemir (PP) como candidatos, Marquinhos disparou: “Por que eles não podem ser meus vices?”.

DIÁRIO DO SERTÃO

DECISÃO POLÊMICA

EXCLUSIVO: Padre excomungado pela Diocese de Cajazeiras revela por que trocou de Igreja Católica

ASSISTA

Médico revela que o único teste que detecta o novo coronavírus é o RT-PCR: “Já cansei de dizer aqui”

ÁGUA COM DONO?

VÍDEO: Gerente da Cagepa critica nova lei do saneamento de Bolsonaro e lamenta situação dos lixões

SURPREENDEU

VÍDEO: Vereador de Umari-CE pelo PT afirma que Bolsonaro mudou postura na pandemia após críticas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!