header top bar

section content

Criança de 2 anos é impedida de tomar vacina contra H1N1; pai diz que aliados do prefeito proibiram e caso vai parar na delegacia. Veja!

A reportagem do Diário do Sertão entrou em contato com a secretária de saúde de Marizópolis, mas ela não foi encontrada

Por Campelo Sousa

30/04/2016 às 17h18 • atualizado em 30/04/2016 às 17h44

Pai da criança fez um boletim de ocorrência na delegacia

O agente de trânsito Marlon Ehrich usou sua página pessoal no Facebook na tarde deste sábado (30), para denunciar que sua filha de dois anos foi proibida de tomar a vacina contra a gripe H1N1 no Hospital Municipal da cidade de Marizópolis.

Marlon, é natural de Marizópolis, e recentemente está morando em Sousa. A criança está inserida no grupo de risco, e segundo ele, teve o direito negado por fazer parte da oposição política da cidade. O pai de Marlon, também foi proibido de tomar a vacina

Marlon disse ainda que pessoas ligadas ao prefeito da cidade, José Vieira, teriam sido os responsáveis por impedir a vacinação de sua filha. O caso foi parar na delegacia de polícia civil da cidade de Sousa, onde foi confeccionado um boletim de ocorrência.

Ouça abaixo o desabafo feito pelo agente de trânsito Marlon Ehrich

Outro lado
A reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão  tentou entrar em contato com a secretária de saúde de Marizópolis, Ednamar Vieira, porém, ela não foi encontrada e também não atendeu nossas ligações.

DIÁRIO DO SERTÃO

AÇÃO LOUVÁVEL

VÍDEO: Prefeito de Brejo do Cruz dá explicações sobre decreto que gerou polêmica

POLÊMICA

VÍDEO: Pastor da região de Sousa diz que políticos devem ser os primeiros a tomar a vacina

LEI ALDIR BLANC

VÍDEO: Advogada diz que Prefeitura de Conceição recebeu quase R$ 156 mil e não pagou artistas da cidade

BOAS EXPECTATIVAS

VÍDEO: Em visita à Cajazeiras, presidente da FPF dá detalhes do Campeonato Paraibano 2021

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!