header top bar

section content

Pokémon Go: Psicóloga revela que crianças podem apresentar aumento da ansiedade; pessoas usam para tratar depressão. Vídeo!

Kamilla afirmou que o importante é que exista diálogo entre pais e filhos para limitar a frequência em que a criança joga. Assista!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

11/08/2016 às 15h43 • atualizado em 11/08/2016 às 15h49

A febre “Pokémon Go” acaba de iniciar sua infestação no Brasil. Neste game para celular, o jogador precisa vagar pelas ruas da sua cidade para capturar monstrinhos imaginários. Os pokémons aparecem aleatoriamente pelo mapa, respeitando um nível de raridade e algumas condições geográficas.

A ideia é que você ande por aí para encontrá-los e capturá-los. E para isso, basta arrastar a pokébola que aparece na parte de baixo da tela na direção do pokémon.

Psicóloga Kamilla Píres prestou entrevista sobre o Pokemon Go (foto: Diário do Sertão)

Psicóloga Kamilla Píres prestou entrevista sobre o Pokemon Go (foto: Diário do Sertão)

Para falar sobre o assunto, a reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão entrevistou a psicóloga Kamilla Pires. Ela afirmou que as crianças podem mudar de comportamento, aumentando o nível de ansiedade:

“Por ser um jogo em que a maioria dos usuários são crianças, isso pode interferir no aumento da ansiedade, justamente por não terem o controle na intensidade da prática desse jogo. Se para um adulto já é difícil deixar de usar aplicativos como WhatsApp, imagina para uma criança que ainda não tem a percepção sobre a dosagem de comportamento, fica ainda mais difícil ser controlado. O importante é que exista diálogo entre pais e filhos para limitar a frequência em que a criança joga diariamente.

Kamilla Pires, psicóloga (foto: Charley Garrido)

Kamilla Pires, psicóloga (foto: Charley Garrido)

Ainda segundo a psicóloga, o jogo não tem nenhum objetivo terapêutico do ponto de vista cientifico, porém algumas relatam que estão utilizando o jogo para tratamento de depressão: “Como o objetivo do jogo é sair de casa, caminhar e ter interação social com o mundo externo, isso pode estar diminuindo alguns sintomas da depressão”, finalizou.

'Pokémon Go' já funciona na redação do G1, em São Paulo (Foto: Marcelo Brandt/G1)

‘Pokémon Go’ (Foto: Marcelo Brandt/G1)


DIÁRIO DO SERTÃO

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Diário Esportivo recebe a comissão técnica do Atlético de Cajazeiras e Ederson confirma reforços

sadasd

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança desta semana reflete sobre a importância das ‘pequenas coisas’

OBRAS E INAUGURAÇÕES

Prefeito de Sousa reúne imprensa para coletiva e anuncia ações e inaugurações para o final do ano

ENTREVISTA EXCLUSIVA

VÍDEO: Dra. Paula garante Zé Aldemir candidato em 2020, mas pede cuidado em alianças com ‘bagulhos’