header top bar

section content

Suspeito de atirar e matar universitária durante assalto tinha sido apreendido há 3 meses pela PM

O detido confessou a participação no caso e contou como tudo aconteceu, apontando o jovem que ainda não foi apreendido como o autor do disparo

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

18/02/2017 às 12h46

Polícia apreendeu o menor e encaminhou para a delegacia

A Polícia Militar já identificou o suspeito de atirar e matar a universitária Meirilane Taís da Silva, de 19 anos, na noite da última quarta-feira (15), durante um assalto no bairro do Tambiá, em João Pessoa. Ele é um adolescente de 14 anos e tinha sido apreendido pela Força Tática do 1º Batalhão no dia 17 de novembro do ano passado, na comunidade do Porto do Capim, no bairro do Varadouro, na capital, suspeito de roubar a arma de um vigilante da Companhia Brasileira de Trens Urbanos, no feriado de 15 de novembro.

A identificação dele foi feita após a Polícia Militar apreender um jovem de 17 anos, nesta sexta-feira (17), que estaria pilotando a moto no dia do latrocínio (roubo seguido de morte) contra a estudante. O detido confessou a participação no caso e contou como tudo aconteceu, apontando o jovem que ainda não foi apreendido como o autor do disparo que tirou a vida da estudante de biomedicina.

O suspeito apreendido está na Central de Polícia Civil e várias equipes da Polícia Militar realizam buscas para localizar o segundo suspeito, bem como a moto e a arma usadas no latrocínio da universitária.

SECOM

PROBLEMA GRAVE

VÍDEO: No Xeque-Mate, voluntários debatem sobre maus tratos e abandono de animais em Cajazeiras

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde