header top bar

section content

Maternidade Frei Damião realiza atividades em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Mais do que uma comemoração feminina, essa data tem por objetivo discutir o papel da mulher na sociedade atual.

Por Priscila Belmont

08/03/2017 às 09h56

A Maternidade, organizou uma programação especial com o objetivo de homenagear pacientes e servidoras.

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, que é celebrado em 8 de março, a Maternidade Frei Damião, que compõe a rede hospitalar estadual, organizou uma programação especial com o objetivo de homenagear pacientes e servidoras da unidade de saúde.

No lançamento da programação, na manhã desta quarta-feira, foram distribuídos brindes para pacientes e funcionárias da unidade de saúde. Às 13h será oferecida uma tarde de beleza, com sessões gratuitas de maquiagem e manicure. A ação conta com a parceria do Instituto Padre Zé, que disponibilizará uma equipe de voluntários, no auditório da maternidade.

Para finalizar as atividades comemorativas, às 15h, no auditório será oferecido um coffee break para todas as servidoras e pacientes da maternidade.

A diretora geral da maternidade, Ana Márcia Fernandes, destacou que “historicamente a mulher vem galgando espaços importantes dentro da sociedade, no entanto, não sem dificuldades. Os direitos e garantias das mulheres são sempre temas pulsantes, especialmente no mês de março, quando ganhamos um maior destaque na mídia, o que é importantíssimo para consolidarmos espaços. Este é um momento de reflexão, de mobilização e também uma oportunidade de assegurar as conquistadas que já foram alcançadas. Pela importância da mulher e em alusão a data, preparamos um dia inteiro de atividades voltadas para as nossas funcionárias e pacientes”, destacou.

Sobre a data:

No século 19, organizações femininas resultantes de movimentos operários protestavam em vários países da Europa e nos Estados Unidos. As jornadas de trabalho de aproximadamente 15 horas diárias e os baixos salários inseridos pela Revolução Industrial levaram as mulheres a greves para reivindicar melhores condições de trabalho.

Em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Nos anos 1960, o movimento feminista ganhou corpo, em 1975 comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher e em 1977 o “8 de março” foi reconhecido oficialmente pela ONU. Mais do que uma comemoração feminina, essa data tem por objetivo discutir o papel da mulher na sociedade atual.

Secom

NA TV DIÁRIO DO SERTÃO

Conhecido cantor cajazeirense diz durante entrevista: “Esse momento como tantos outros, vai passar”

DIRETOR DA UNIDADE

VÍDEO: Médico desmente boato sobre funcionários com Covid-19 em hospital de Sousa e anuncia teste rápido

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Padre elogia formação de comitês e pede engajamento da população na prevenção ao coronavírus

CUIDANDO DAS FINANÇAS

VÍDEO: Coach dá dicas de como selecionar dívidas prioritárias para economizar durante a epidemia

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!