header top bar

section content

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe esportistas e fala sobre futuro profissional de jogadores de futebol

Manoel Neto recebeu o professor mestre Kim Alves e o advogado Rivaldo Correia Lima, irmão do esportista Perpétuo Correia Lima

Por Henrique Nogueira

21/12/2019 às 21h54 • atualizado em 18/01/2020 às 14h36

O Programa Mensagem Empresarial desta quarta-feira, 18, falou empreendedorismo no esporte e recebeu o professor mestre Kim Alves e o advogado Rivaldo Correia Lima.

Em seu editorial, Manoel Neto, apresentador do programa, destacou a aprovação na Câmara dos Deputados da emenda à Constituição que prevê um aumento em um ponto percentual nos repasses para o Fundo de Participação dos Municípios.

VEJA TAMBÉM: VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe coordenadora e estudantes do Núcleo de Empregabilidade da FSM

O FPM é a principal receita da gigantesca maioria dos municípios brasileiros, sendo responsável pela quitação de folha de pagamento e outros gastos. Com a emenda, em um prazo de dez anos, R$ 60 bilhões seriam injetados na economia brasileira.

Após o editorial, Manoel Neto recebeu o professor mestre Kim Alves e o advogado Rivaldo Correia Lima, irmão do esportista Perpétuo Correia Lima (in-memorian).

Os entrevistados falaram sobre as perspectivas profissionais futuras dos atuais e ex-jogadores de futebol; Projeto Sonho de Craque em Cajazeiras e região e do Projeto de Políticas Públicas Desportivas para Cajazeiras e região.

O programa Mensagem Empresarial vai ao ar todas as quartas-feiras, às 19 horas, na TV Diário do Sertão.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

PROBLEMA SOCIAL

VÍDEO: Conselho Tutelar notifica pais por causa de crianças pedindo nos semáforos de Cajazeiras

OPÇÃO RELIGIOSA

VÍDEO: Retiro de Carnaval de Pombal anuncia programação da 35° edição com atrações a nível nacional

CAMPEONATO PARAIBANO

VÍDEO: Wesley, Éder Paulista e o técnico Ederson Araújo aprovam estreia do Atlético e elogiam a torcida

FALTA DE COMODIDADE

Professora cobra fiscalização na ocupação de calçadas por comerciantes que interfere a mobilidade urbana