header top bar

section content

VÍDEO: Bebê com cardiopatia congênita transferida de Patos para Fortaleza vai passar por cirurgia

De acordo com o pai, José Leilton da Silva que já está em Fortaleza, a bebê vai passar por uma primeira cirurgia nos próximos dias, outra com seis meses e uma terceira com dois anos de idade.

Por Juliana Santos

08/02/2021 às 21h10

A pediatra Emmanuelle Lira do Hospital Regional da Cajazeiras falou no programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão desta segunda-feira (8), sobre a transferência de uma bebê com cardiopatia congênita que veio da cidade de Ipaumirim, no Ceará para Cajazeiras, no Sertão paraibano. Nesse domingo (7), a criança foi transferida de Patos onde estava internada para Fortaleza, onde passará por cirurgias.

De acordo com médica, a criança chegou com 17 dias de nascida e estava em estado grave e com o corpo na coloração arrochelada. A mãe, Keliane Fiança ao chegar no hospital de Ipaumirim relatou que o bebê estava com cólicas e não percebeu que algo mais grave estava ocorrendo com a criança.

Por Cajazeiras ser uma das cidades mais próximas de Ipaumirim, as médicas que atenderam a bebê fizeram a transferência. “Logo que a criança chegou no hospital de Cajazeiras foi logo entubada, pois o estado era muito grave e logo foi transferido para a cidade de Patos que é referência neonatal”, disse.

VEJA TAMBÉM

Diretora do hospital da cidade de Pombal dar detalhes sobre a morte de mãe e filha por Covid-19

Em Patos foi realizado um ecocardiograma de triagem pela equipe da neonatologia da Maternidade Dr. Peregrino Filho e foi confirmado que a bebê que se chama layara Feliciano da Silva tinha cardiopatia congênita. “Foram várias cardiopatias identificadas que são gravíssimas e incompatíveis com a vida, se ela ficasse mais dias em casa iria a óbito sem ninguém saber o motivo”, detalhou a pediatra.

A criança então teve de ser transferida de Patos por um helicóptero para o Hospital de Messejana, em Fortaleza, capital cearense para  fazer as cirurgias. “Foram mais de 10 médicos envolvido na transferência da bebê que precisa de ventilação mecânica”, disse Emmanuelle Lira.

A transferência foi feita na manhã deste domingo (7), e exigiu uma força-tarefa sob o comando da Rede Cuidar, da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES) junto com o Corpo de Bombeiros, Samu, Serviços de Regulação, Secretarias de Saúde e o Serviço de Transporte Aéreo.

De acordo com o pai da menina, José Leilton da Silva, que está em Fortaleza, bebê deve passar por três cirurgias no coração. “Ela vai passar por três cirurgias, uam na próxima semana, outra com 6 meses de idade e a outro será daqui há dois anos, mas vai depender de como ela vai reagir a cada cirurgia”, detalhou o pai.

DIÁRIO DO SERTÃO

LOUVÁVEL

VÍDEO: Em parceria com o Sest/Senat, Presídio de Cajazeiras faz entrega de certificados para 21 apenados

SAIBA COMO COLABORAR

VÍDEO: Idosa de Cajazeiras recebe ajuda e consegue pagar aluguel, mas ainda vive em situação delicada

DUPLA DE MOTO

VÍDEO: Homem é vítima de tentativa de homicídio na casa da sua mãe, em Sousa, e fica em estado grave

FAMÍLIA DIVIDIDA

VÍDEO: Myriam afirma que saiu do PSC porque “Leonardo insistiu em permanecer ao lado de Jair Bolsonaro”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!