header top bar

section content

VÍDEO: Mulher com problema de saúde só consegue atendimento em PSF de Cajazeiras após ameaça de denúncia

Cícera Abreu apresentava uma forte reação alérgica por todo o corpo e só conseguiu atendimento médico quando ameaçou denunciar à TV Diário do Sertão

Por Amanda Dantas

14/06/2021 às 18h34 • atualizado em 14/06/2021 às 18h37

Ao procurar o PSF Simão de Oliveira, na cidade de Cajazeiras, na manhã desta segunda-feira (14), uma mulher teria sido mal atendida por um funcionário da unidade de saúde e afirmou que só conseguiu ser encaminhada para exame quando ameaçou denunciar na TV Diário do Sertão. Cícera Abreu apresentava uma forte reação alérgica por todo o corpo após consumo de um alimento.

A mulher contou que um recepcionista do PSF negou preencher a ficha de atendimento após ‘concluir’ que seu caso não era de urgência. Porém, de acordo com uma enfermeira do local, o funcionário não tem nenhum tipo de conhecimento médico para tomar essa decisão.

“Eu cheguei lá com a alergia e o recepcionista disse que não era caso de urgência. Quando a enfermeira viu, disse que era caso grave e já me encaminhou para a médica. E ela inclusive falou para mim que ele não sabia nada de saúde”, contou Cícera.

Após ser encaminhada para a médica, Cícera afirmou que o atendimento correu tudo bem. “A médica me atendeu super bem. E disse inclusive que por conta da gravidade da alergia, eu talvez precisaria de oxigênio”, contou a  mulher.

VEJA TAMBÉM

Revoltada, idosa denuncia que estão vacinando “pela cara” em posto de saúde de Cajazeiras

Cícera Abreu apresentava forte reação alérgica por todo o corpo (Foto: Matheus Rolim/TV Diário do Sertão)

Sobre as medicações passadas pela médica, Cícera disse que teve que comprar um dos remédios para serem aplicados, já que o mesmo não constava na unidade de saúde. “Ela passou duas medicações, mas só tinha uma lá. Liguei para meu esposo comprar a outra para que eles pudessem aplicar”, relatou Cícera.

Após a repercussão do caso, o funcionário que havia negado atendimento pediu desculpas a Cícera. Contudo, ela afima que antes ele foi mal-educado diante da ameça de denúncia. “Quando disse que ia denunciar, ele disse que eu podia denunciar, que não tinha medo”.

Outro lado

Telefonamos para a secretária de Saúde de Cajazeiras, Mychelle Noleto, para falar sobre a denúncia, mas todas as ligações deram ‘ocupado’. Disponibilizamos aqui nosso e-mail diariodosertao@gmail.com para a gestão municipal enviar respostas, caso deseje.

DIÁRIO DO SERTÃO

NA CHEGADA A CAJAZEIRAS

EXCLUSIVO: Chorando, ‘Galega da Asa’ diz que perdeu a cabeça ao ser agredida e pede perdão à sua mãe e à mãe da vítima: “Eu acabei com duas famílias”

MENOS DE ZERO GRAU

VÍDEO: Biólogo lamenta temperaturas baixas em São Paulo, perdas na lavoura e população de rua abandonada

MAIS UM MUTIRÃO

VÍDEO: População reclama de demora e longas filas para receber ficha de vacinação em Cajazeiras

DESCASO

VÍDEO: Moradores denunciam mais um lixão crescendo em terrenos de loteamento em Cajazeiras

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!