header top bar

section content

VÍDEO: Presidente do TRE-PB fala sobre voto impresso e diz que não tem dúvida que vai haver eleições

Questionado sobre o tema, Jóas foi seguro em afirmar que confia na integridade do sistema de contagem de votos brasileiro e ainda disse que em eleições passadas, onde não se era usado o sistema de urnas eletrônicas, existiam indícios de fraude nas eleições.

Por Bruno Rafael

03/08/2021 às 18h14 • atualizado em 03/08/2021 às 22h54

Em entrevista prestada ao programa Atípicos da Líder FM, transmitido ao vivo na TV Diário do Sertão, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TER-PB), Joás de Brito prestou esclarecimentos sobre o debate que está ocorrendo a cerca da segurança das urnas eletrônicas nas eleições de 2022.

Questionado sobre o tema, Jóas foi seguro em afirmar que confia na integridade do sistema de contagem de votos brasileiro e ainda disse que em eleições passadas, onde não era usado o sistema de urnas eletrônicas, existiam indícios de fraude.

“Eu já tenho me pronunciado em diversas oportunidades, e confio muito na segurança das urnas, até porque participei das eleições, não somente na época em que o voto não era eletrônico. Militei muito tempo na advocacia e participei de eleições onde não havia urna eletrônica”, disse Joás de Brito.

“Naquela oportunidade havia muitas possibilidades de fraudes, inclusive fraudes constatadas. Após o uso das urnas essas fraudes desapareceram. Nós estamos com 25 anos da implantação da urna eletrônica. Eu acredito muito nas urnas, elas são seguras e eu não tenho nenhuma dúvida disso”, completou o presidente do TER-PB.

Joás de Brito, presidente do TRE-PB (Foto: Divulgação)

Ao longo dos últimos dias, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), tem feito duras críticas ao sistema de urnas eletrônicas, inclusive afirmou diversas vezes que se o sistema do voto impresso não for colocado em prática, não haverá eleições em 2022. Sobre o tema, Jóas de Brito pontuou o caminho que a emenda deve percorrer, e disse que sendo aprovada, essa será seguida pela Justiça, caso contrário, as eleições de 2022 ocorrerão com o sistema de urnas eletrônicas.

“Nós temos uma constituição que está em vigor e eu acredito que as eleições serão realizadas. Se a emenda for aprovada, nós teremos que nos adaptar, mas o debate terá que ser feito no Congresso. Se não houver aprovação da emenda, as eleições deverão acontecer com as urnas que nós temos disponibilizadas.”

Quando questionado sobre o porque do Brasil ser resistente ao voto impresso, o presidente do TRE-PB deixou claro que não há resistência, e deu um exemplo do possível porquê do não uso do voto por cédulas.

“Nós não somos resistentes, temos um sistema totalmente nacional, que funciona com perfeição e não há necessidade de investirmos mais ainda para gerar desconfiança do sistema. Digamos que alguém nesse país, numa possível recontagem dos votos, resolva fazer desaparecer alguns votos do papel, não vai bater nunca no voto eletrônico, e pode acontecer isso pra gerar dúvida”, finalizou.

PROGRAMA ATÍPICOS

O programa Atípicos é gerado dos estúdios da Lider FM em Sousa, sertão da Paraíba e é transmitido ao vivo em vídeo pela TV Diário do Sertão, todas as quintas-feiras a partir das 20h.

DIÁRIO DO SERTÃO

LIÇÃO DE VIDA

VÍDEO: MC cajazeirense passa dificuldades por causa da pandemia e vende água no semáforo

RELIGIÃO

VÍDEO: Mestre em Ciências da Religião conta detalhes da vinda de Frei Damião ao Brasil e lembra 1ª missa

EM SÃO JOSÉ DE PIRANHAS

VÍDEO: Bolsonaro é recebido por apoiadores e entrega trecho final do Eixo Norte da transposição

SITUAÇÃO DELICADA

VÍDEO: Em Pombal, mulher sem comida em casa e com risco de perder a visão pede ajuda para tratamento

Recomendado pelo Google: