header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Já morreu: Justiça condena homem há 11 anos por tentar matar ex-prefeito do Sertão

Ele negou envolvimento no crime e seu advogado, João Batista Leonardo, defendeu que não há nenhuma prova contra o réu.

Por

23/05/2015 às 10h46

Em sessão nessa sexta-feira (22), o Tribunal do Júri de Itaporanga, Sertão do Estado condenou a 11 anos e 20 dias de prisão, João Pedro da Silva, conhecido por “João de Pedrinho”, 63 anos.

O réu foi sentenciado por tentativa de homicídio contra o ex-prefeito de Diamante, Dionísio Mangueira Diniz, no ano de 1999, fato ocorrido na residência da vítima, que faleceu anos depois por morte natural. 

Ele negou envolvimento no crime e seu advogado, João Batista Leonardo, defendeu que não há nenhuma prova contra o réu.

Veja também: 

Dois jovens são mortos vítimas de acidente de carro em rodovia no Sertão do Estado. Veja fotos!

Tribunal condena ex-secretária de Cajazeiras e manda devolver mais de R$ 4 milhões. Veja

Acidente entre Cajazeiras e São João do Rio do Peixe deixa uma pessoa ferida. FOTOS!

Em Cajazeiras: Jovem é morto a facadas e tiros; Irmãos são acusados do crime. Vídeo!

Já o promotor Reynaldo Serpa Filho pediu a condenação do réu por entender que há provas nos autos que incriminam João de Pedrinho, sendo atendido pela maioria dos membros do Conselho de Sentença.

Depois da sentença lida pelo juiz Carlos Barreto, o condenado voltou ao presídio, onde estava recolhido há mais de um ano e meio. 

DIÁRIO DO SERTÃO com Folha do Vale

Tags:
ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”