header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Após 14 mortes na “Curva da Morte”, população clama solução por parte do Governo do Estado. Áudio e fotos!

O último acidente ocorreu nessa quinta-feira (19 ), quando uma mulher de 47 anos natural de Juazeiro do Norte, Estado do Ceará. Uma criança ficou ferida

Por

20/03/2015 às 16h38

Após 14 mortes registradas no trecho da PB-386, que liga as cidades de Diamante e Ibiara, mais precisamente na curva do açude “Queiroz”, a população usou a imprensa nesta sexta-feira (20), para exigir solução por parte do Governo da Paraíba.

A população cobra sinalização e redutores de velocidade para o local, pois vidas são ceifadas constantemente. 

O Coordenador regional de gestão do Governo, Chico Lopes falou sobre o problema durante debate na imprensa do Vale do Piancó e se comprometeu de levar o problema ao conhecimento do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), além de levar requerimento do vereador Manoel Marrocos da cidade de Diamante.

O último acidente ocorreu nessa quinta-feira (19 ), quando uma mulher de 47 anos natural de Juazeiro do Norte, Estado do Ceará acabou após capotar o carro e cair no açude. O esposo e o filho de 12 anos estavam no veículo, mas sofreram apenas escoriações.

Entre as pessoas mortas está o jogador Renildo que era natural de Boa Ventura e jogava no São José de Belo Horizonte. Ele faleceu no mesmo local em 2007.

Ouça áudio do radialista Flávio José!

DIÁRIO DO SERTÃO 

Tags:
PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”

A ARTE DO CORPO

VÍDEO: Bailarino que dá aula de dança em Cajazeiras fala da sua trajetória e de projetos para a cidade