header top bar

section content

Crianças são as que mais passam trotes para PM, Samu e Bombeiros; policiais recebem cantadas

O trote, quando efetuado para um serviço de emergência, sai de uma brincadeira mal-intencionada e passa a ser crime. Veja!

Por

21/07/2014 às 10h06 • atualizado em 15/01/2019 às 14h22

Os trotes telefônicos para a Polícia Militar, para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e para o Corpo de Bombeiros são comuns em na cidade de Sousa e atrapalham diariamente os serviços dessas instituições.

Na polícia Militar, a maioria dos trotes é feito por crianças, no entanto até mesmo homens já ligaram até pra dar cantadas nas policiais de serviço no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom).

O trote atrapalha e muito o serviço da PM, mas no Samu ele pode custar uma vida. De acordo com a central de telefonia, cerca de 400 trotes já foram registrados no primeiro semestre de 2014.

Policiais militares recebem vários trotes por dia no Copom (Foto: Diário do Sertão)

O Corpo de Bombeiros recebe em média 60 trotes por dia. Em alguns casos as viaturas são deslocadas ao local informado, porém, logo é constatado que a ocorrência não passou de mais uma informação falsa.

 

Punição
O trote telefônico, quando efetuado para um serviço de emergência, sai de uma brincadeira mal-intencionada e passa a ser considerado crime, que, segundo o Artigo 340 do Código Penal, pode dar de um a seis meses de prisão e multa.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

O CAMINHO

VÍDEO: Em Pombal, Frei Gilson declara que a Igreja Católica precisa pregar um catolicismo praticante

PREVISÃO DE METEOROLOGISTA

VÍDEO: Chuvas no Sertão da Paraíba poderão encher barreiros, mas recarga de grandes açudes será pouca

COBRANÇA

VÍDEO: Protesto contra reforma da Previdência em Cajazeiras coloca políticos paraibanos na mira do povo

VÍDEO

XEQUE MATE: Professores e psiquiatra falam sobre a relação entre Família, Escola e Sociedade; Assista!