header top bar

section content

Jeová: Interior do estado foi esquecido pelo governo

“Considero insuficiente que o Governo da Paraíba faça apenas hoje para nós parlamentares essa exposição do que está sendo planejado para aos municípios paraibanos, sem antes abrir um debate com a sociedade e ver o que realmente a população necessita e o que é fundamental para o desenvolvimento da Paraíba”. Esse desabafo foi feito na […]

Por

22/11/2007 às 12h27

“Considero insuficiente que o Governo da Paraíba faça apenas hoje para nós parlamentares essa exposição do que está sendo planejado para aos municípios paraibanos, sem antes abrir um debate com a sociedade e ver o que realmente a população necessita e o que é fundamental para o desenvolvimento da Paraíba”. Esse desabafo foi feito na manhã de ontem (20), pelo deputado Jeová Campos (PT), ao secretário de Planejamento do Estado, Franklin Araújo, durante a audiência pública realizada na Assembléia Legislativa. Na ocasião, o secretário apresentou a Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2008, cuja receita fiscal é de R$ 4.018,00 milhões, a despesa fiscal é de R$ 4.181,47 milhões e o resultado primário é de R$ 228,80 milhões.

Mesmo diante da quantidade de índices aparentemente favoráveis ao Governo apontados no Projeto, o deputado Jeová Campos, questionou o secretário, sobre qual seria o critério do Estado na elaboração do PLOA, uma vez que só focava as áreas já favorecidas pelo Governo. “Por que no momento da confecção dessa peça orçamentária, o Governo ao invés de priorizar a construção de obras faraônicas em áreas já privilegiadas pela natureza litorânea, a exemplo da ponte que ligará Cabedelo à Lucena, não destina recursos para asfaltamento e pavimentação de vias de acesso em municípios criados há cerca de 45 anos, que não se desenvolvem e ficam prejudicados na seca e no inverno. Ou mesmo, na despoluição de rios que deságuam nas bacias que abastecem o Estado”, questionou Jeová.

Segundo o secretário, para realização de ações como essas não se depende apenas do poder público. “O PLCA deve ser entendido como peça técnica, pois o Governo procura promover o desenvolvimento de todas as regiões paraibanas e em muitas vezes não depende apenas da nossa vontade, pois existem casos em que empresas privadas não têm interesse de executar os trabalhos no interior licitados pelo Estado. Sem falar que não temos uma receita ampla e necessitamos de repasses federais”, justificou Franklin Araújo, sem convencer o parlamentar petista e a bancada de oposição na AL.
Reunião CCJ

Ainda na manhã de ontem (20), o deputado Jeová Campos (PT), participou da 19ª reunião ordinária da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ). Durante o encontro presidido pelo deputado Zenóbio Toscano (PSDB), foram aprovados por unanimidade os respectivos Projetos de Lei: o PL 328/2007, de autoria do deputado Carlos Batinga (PSB), que dispõe sobre a introdução do nome do deputado estadual em legislações de sua autoria e o PL 433/2007, de autoria do deputado Rodrigo Soares (PT), que concede o Título de Cidadão Paraibano ao senhor João Ricardo Coelho.

Da assessoria

Tags:
ESPERANÇA

VÍDEO: Teste com novo medicamento já aprovado pela Anvisa elimina câncer em 100% dos casos

DESINIBIDO

VÍDEO: Prefeito de Cachoeira dos Índios sobe ao palco e canta para multidão no ‘Festeja Cachoeira’

VÍDEO NAS REDES

VÍDEO: Cantor Zé Felipe se desculpa por atraso em show no Sertão da Paraíba e detona prefeito

SORTUDA

VÍDEO: Moradora de Brejo do Cruz é sorteada no Bilhete Doação da Sorte; veja se você ganhou mil reais

Recomendado pelo Google: