header top bar

section content

Sindicalista faz apelo para acabar com a taxa do Cadastro Rural e a burocracia nos órgãos

O CAR é uma regularização de terras obrigatória, feita através de medição, para deixar proprietário e produtor legalizados perante a Legislação

Por Jocivan Pinheiro

07/07/2016 às 16h37 • atualizado em 07/07/2016 às 16h46

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cajazeiras, Rildo Soares, reclamou da burocracia que existe em torno do CAR (Cadastro Ambiental Rural) e da taxa única que é cobrada para a realização do cadastro. Acompanhado da bióloga Maria das Dores Abreu, Rildo esteve no programa Olho Vivo, da TV Diário do Sertão, nessa quinta-feira (07).

O CAR é uma regularização de terras obrigatória, feita através de medição, para deixar proprietário e produtor legalizados perante a Legislação. A medição é feita por profissionais que vêm de outros estados e por isso a taxa de pagamento é considerada alta para alguns produtores.

VEJA TAMBÉM:

» Durante audiência, deputado anuncia 1.500 cadastros rurais gratuitos para Cajazeiras

» Presidente do Sindicato Rural de Cajazeiras quer ampliar convênios e enfrentar a crise

» Sem emprego, cajazeirenses se arriscam no corte de cana em São Paulo

Rildo reclama que há documentos demais para serem emitidos, e que a taxa deveria variar de acordo com o tamanho da propriedade e as condições financeiras do produtor.

A bióloga Maria das Dores, que é mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente, atua na Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente de Cajazeiras e tem um escritório que presta assessoria aos produtores rurais, explicou que toda a documentação exigida é necessária porque o processo de ‘brocagem’ das terras precisa ser fiscalizado por órgãos como a SUDEMA (Superintendência do Meio Ambiente da Paraíba) e o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais).

Em fevereiro desse ano, o superintendente do IBAMA na Paraíba, Anselmo Castilho, veio a Cajazeiras e anunciou que o Governo Federal estaria liberando 1.500 cadastros gratuitos em 2016. No entanto, a demanda de produtores que precisam desmatar suas terras ainda é muito grande.

DIÁRIO DO SERTÃO

COVID-19

VÍDEO: Secretário executivo de saúde mostra preocupação com aumento de pessoas internadas na Paraíba

VIOLÊNCIA

VÍDEO: Mãe se desespera ao ver corpo do filho que foi assassinado a tiros em Sousa

SITUAÇÃO COMPLICADA

VÍDEO: Quase 300 pessoas podem ficar desempregadas em Cajazeiras, após decreto de Zé Aldemir, afirmam empresários

FALTA DE EDUCAÇÃO

VÍDEO: Padre de Cajazeiras diz que número de mortes na pandemia é resultado da ‘deseducação’ das pessoas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!