header top bar

section content

Para o líder da oposição em Cajazeiras, proibição de bebida no carnaval fere direito constitucional

Faltando três dias para o carnaval, aliados do prefeito e grupos da oposição continuam discutindo sobre detalhes da festa

Por Jocivan Pinheiro

22/02/2017 às 23h36 • atualizado em 23/02/2017 às 09h38

Faltando apenas três dias para a abertura do carnaval de Cajazeiras, aliados do prefeito e grupos ligados à oposição continuam discutindo sobre detalhes administrativos da festa. Na Câmara Municipal, a bancada da oposição questiona a gratuidade do carnaval anunciada pela Prefeitura.

Alguns parlamentares criticam dois pontos: o fato de os foliões não poderem entrar no corredor da folia levando bebida que foi comprada fora, e a cobrança de taxa para os barraqueiros.

“Essa proibição fere gravemente o direito do cidadão de ir e vir e o livre direito de consumir  o que seja da vontade dele. Então, a gente vê que é uma forma casada. O que mais me entristece nessa questão é porque se fosse liberado, o consumidor teria a opção de determinar seu próprio consumo”, declarou o vereador Roselanio Lopes (PTB), líder da oposição na Câmara.

VEJA MAIS: Na Câmara, líder do prefeito garante que carnaval de Cajazeiras é gratuito; oposição nega

Vereador Roselanio Lopes (PTB), líder da oposição na Câmara

Já o grupo da situação reforça o discurso de que o carnaval é, sim, gratuito. Entretanto, o secretário de Articulação Política do município, José Anchieta, explica que a proibição da entrada de bebida comprada fora do corredor da folia, bem como a cobrança de taxa para os comerciantes instalarem barracas no local estão dentro do acordo de exploração do espaço público, durante o carnaval, com a empresa que venceu a licitação para realizar a festa.

“Nós estamos tranquilos de que o compromisso do prefeito José Aldemir está sendo mantido, de resgatar o carnaval público, gratuito, no Centro da cidade. Tudo isso está sendo  feito de forma muito clara, transparente. Nós consideramos injusta qualquer crítica a esse respeito porque o importante está sendo a entrada gratuita para todos os foliões”, ressalta Anchieta.

José Anchieta, secretário de Articulação Política do município

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

REFORMA AGRÁRIA

VÍDEO: Coordenadora da CPT Sertão afirma que terras são um direito dos camponeses e não do agronegócio

CLIMA IDEAL

VÍDEO: Prefeito revela interesse de empresas em instalar parque de energia solar em Monte Horebe

INTERVENÇÃO

VÍDEO: Diretor da SCTrans fala sobre planos para dar segurança aos pedestres em frente à São João Bosco

"QUER ENRICAR AINDA MAIS"

VÍDEO: Pastor de Cajazeiras diz que famoso bispo está vendendo imagens de deusa egípcia na igreja