header top bar

section content

DIRETO AO PONTO: consumidores que pagam taxa de iluminação podem acionar justiça para cobrar prestação de serviços, diz advogado. Vídeo!

O advogado revelou que o consumidor que se sentir prejudicado poderá acionar o poder judiciário e cobrar indenização. Veja!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

17/05/2017 às 16h40 • atualizado em 17/05/2017 às 16h48

O advogado sousense Cláudio Diniz em seu comentário no Direto ao Ponto da TV Diário do Sertão nesta quarta-feira (17) falou sobre a contribuição da taxa de iluminação pública.

“Realmente a contribuição de iluminação pública se tornou tema de debate. É certo que a legislação brasileira permite que os municípios possam instituir a cobrança da contribuição de iluminação pública, todavia na própria lei, deve conter a obrigatoriedade da prestação do serviço de iluminação pública na zona urbana da cidade”, destacou.

Cláudio Diniz, no Direto ao Ponto da TVDS (foto: João Fábio)

O advogado afirmou que na cidade de Sousa, desde o mês de maio de 2016 o município não possui uma empresa licitada para prestar serviços ao setor de iluminação.

“Parece-me que somente no inicio desse mês, uma empresa está fazendo a reposição de lâmpadas. Diante dessa situação, resta ao consumidor uma única alternativa que é bater as portas do poder judiciário na busca do ressarcimento daqueles valores que pagou durante todo o período que não teve essa prestação de serviço”, afirmou.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’