header top bar

section content

Doença rara atinge cajazeirenses e Hospital Regional promove evento para conscientizar a população sobre o tratamento. Vídeo!

O Hospital Regional enfatizou que o objetivo do movimento é divulgar a doença, pois, em muitos dos casos, a população desconhece as causas e os sintomas

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

24/05/2017 às 18h32 • atualizado em 24/05/2017 às 18h41

Na manhã desta quarta-feira (24), o Hospital Regional de Cajazeiras promoveu o Dia Internacional da Conscientização do MPS, um movimento internacional que abrange todos os países em prol da conscientização da mucopolissacaridose, doença de origem genética que afeta uma série de órgãos e sistemas do organismo.

Evento foi realizado pelo Hospital Regional de Cajazeiras (foto: Kyiosshi Abreu)

A coordenadora da sala de terapia de reposição enzimática do HRC, Elvira Uchoa, enfatizou que o objetivo do movimento é divulgar a doença, pois, em muitos dos casos, a população desconhece as causas e os sintomas do MPS.

Elvira ainda disse que o diagnóstico muitas das vezes é tardio e dificulta o tratamento.

Evento foi realizado pelo Hospital Regional de Cajazeiras (foto: Kyiosshi Abreu)

“Essa é uma oportunidade de divulgar essa doença, apesar de que a literatura mostra que é rara, mas temos uma demanda bastante alta dentro do nosso município, no momento sete pessoas já estão realizando tratamento”, destacou.

Doença atinge cajazeirenses (foto: Kyiosshi Abreu)

A agricultora Geralda da Mota disse que sua filha, Janaina de 32 anos, foi diagnosticada com a doença logo aos seis meses, e além dela outros filhos nasceram com a doença, mas morreram ainda quando eram crianças.

Agricultora Geralda da Mota tem um filho com a doença rara (foto: Kyiosshi Abreu)

“Eu tive muita dificuldade no início, mas conseguimos enfrentar essa batalha. Minha filha Janaina nasceu normal, mas aos seis meses percebi que ela sofria com esse problema, e hoje continua realizando tratamento” afirmou dona Geralda.

A reportagem também conversou com a agricultora Maria da Conceição Conceição, ela tem dois filhos com a doença rara, Jucilan de 14 anos e Jucilene que tem 17 anos, e relatou as dificuldades que enfrentou:

A agricultora Maria da Conceição tem dois filhos com a doença rara (foto: Kyiosshi Abreu)

“Foi muito difícil, mas batalhei corri atrás e consegui descobrir que existe esse tratamento no Hospital Regional de Cajazeiras”, afirmou Maria da Conceição.

Evento foi realizado pelo Hospital Regional de Cajazeiras (foto: Kyiosshi Abreu)

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

NA VILA NOVA

VÍDEO: Advogado acusa PM de abuso de autoridade durante blitz em Cajazeiras: “Atitude transloucada”

EVENTOS ATÉ DIA 06/12

VÍDEO: Prefeito de Monte Horebe anuncia pagamento de servidores e programação do aniversário da cidade

ESTELIONATO

VÍDEO: Após dois golpes em banco de Cajazeiras, advogado mostra como vítimas devem buscar seus direitos

FIQUE POR DENTRO

Radialista sousense fala das condenações de ex-prefeitos e visita da PF na casa de empresário no Sertão