header top bar

section content

Amigos e familiares dão último adeus a jornalista Nelma Figueiredo; sepultamento ocorreu em João Pessoa

Foi sepultada neste sábado (31) o corpo da jornalista Nelma Figueiredo, de 53 anos, no Cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa.

Por Luzia de Sousa

31/03/2018 às 14h57

Enterro aconteceu no Parque das Acácias, em João Pessoa (Foto: Silvia Torres/TV Cabo Branco)

Foi sepultada neste sábado (31) o corpo da jornalista Nelma Figueiredo, de 53 anos, no Cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa. Ela morreu na sexta-feira (30), no Hospital da Unimed, quando tratava um câncer no pulmão. A morte foi confirmada por amigos e familiares.

+ Morre em hospital de João Pessoa jornalista bastante conhecida no Sertão; ela já trabalhou na Globo

A jornalista tinha mais de 30 anos de profissão com passagens pelas TVs O Norte, Cabo Branco, Correio da Paraíba e Tambaú, além da Assessoria de Comunicação do Detran. A sua experiência profissional mais recente foi no comando do CBN Cotidiano, em João Pessoa.

Em nota, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, lamentou a morte de Nelma. “Perdemos um dos grandes nomes do jornalismo paraibano nesta Sexta-feira Santa. Nelma Figueiredo foi uma profissional brilhante, que se destacou pela ética e responsabilidade com o bom jornalismo”, disse. A Câmara Municipal de João Pessoa também lamentou a morte da jornalista.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues também divulgou nota afirmando que, embora tenha mantido essencialmente sua atuação profissional em João Pessoa, Nelma Figueiredo foi sempre muito respeitada e querida em todo a Paraíba e deixa uma lacuna na mídia paraibana.

DIÁRIO DO SERTÃO

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco