header top bar

section content

DESPERDÍCIO! Vídeo mostra vazamento de água em parede do açude de São Gonçalo; Dnocs fala sobre reforma

Um vídeo gravado nesta sexta-feira (20) e divulgado nas redes sociais mostra um vazamento na parede e a água escorrendo entre as pedras.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

20/04/2018 às 13h27 • atualizado em 20/04/2018 às 13h31

O açude de São Gonçalo nesta sexta-feira (20) chegou aos 22.563.520m³ o que corresponde a um volume de 50,59%, mas essa recarga de água no manancial está gerando uma preocupação por conta da parede provisória que foi construída para instalação de comportas do açude.

Um vídeo gravado nesta sexta-feira (20) e divulgado nas redes sociais mostra um vazamento na parede e a água escorrendo entre as pedras.

“Para quem disse que não tem vazamento, vamos ver se a parede aguenta, rezar para não estourar”, disse o internauta.

Reforma no açude
Em outubro de 2017, aconteceu o processo de implosão da parede do açude que está sendo preparado para receber as águas do projeto de Transposição do Rio São Francisco. A ação foi realizada no sangradouro do açude que está sendo reformado para receber as águas do “Velho Chico”, porém, as obras não foram concluídas e foi feita uma parede de barro provisória até que sejam instaladas as comportas.

MPF é acionado
Em entrevista ao Diário do Sertão, o vereador José Rudolph afirmou o açude continua tomando muita água e revelou ainda que a parede construída é feita de barro e pedras e esse é um caso preocupante:

Veja também: Parede construída em açude São Gonçalo é feita de barro e pedras, diz vereador

Açude de São Gonçalo (foto: Charley Garrido)

“Já busquei informações sobre essa parede com a empresa e o DNOCS, mas eles não informaram a capacidade de armazenamento da parede de contensão, então vou protocolar no Ministério Público Federal um ofício para que possamos ter uma posição do DNOCS e tranquilizar a população”, disse o vereador.

O que diz o DNOCS?
Segundo o Coordenador do DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), Alberto Gomes Batista não há perigo algum de escoamento da água e todo o processo feito na barragem é tecnicamente seguro. Caso o açude encha completamente, a barreira provisória feita pelos engenheiros é capaz de conter as águas: “Ali é uma barreira provisória, ali é apenas um escape de natureza tecnicamente viável”, disse ele.

Açude está sendo reformado para receber as águas do “Velho Chico” (foto: Charley Garrido)

Veja também: Açude de São Gonçalo chega a quase 50% e coordenador do DNOCS esclarece polêmica sobre a barreira

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

DESMITIFICANDO!

ASSISTA: Médico e ex-prefeito de Cajazeiras esclarece polêmicas que envolvem o tratamento ‘eletrochoque’

CRÍTICAS A IMÓVEL ALUGADO

VÍDEO: Interdição de escola gera embate entre professores e gerente de Educação na cidade de Cajazeiras

ACIDENTE DE MOTO

EXCLUSIVO: Do hospital, Paulo Feitoza revela que quase ficou paraplégico e diz que está vivo por milagre

NA TV

VÍDEO: Casal de idosos volta a fazer apelo para reformar casa que corre risco de desabar em Cajazeiras