header top bar

section content

Brasil que eu quero: sertanejo da região de Pombal manda recado e chama a atenção de William Bonner

O Sertanejo abriu o verbo e mandou um recado aos políticos corruptos

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

05/06/2018 às 09h56

Mais um vídeo de um sertanejo, foi divulgado no Jornal Nacional da rede globo, no quadro “O Brasil que eu quero”, e chamou até a atenção do jornalista William Bonner, que apresenta o telejornal.

O sertanejo Manasseis Sousa da cidade de São Bentinho, na região de Pombal, enviou seu desabafo sobre o que espera do Brasil: “O Brasil que eu quero é um país sem corrupção, e lugar de político corrupto é na cadeia”, disse ele.

Após ser veiculado no Jornal Nacional, o apresentador William Bonner comentou: “Veja o que disse o paraibano Manasseis, lugar de político, aqueles corruptos, é na cadeia.”

Manasseis foi o primeiro sertanejo da cidade a mandar o seu vídeo para a globo.

Na cidade de Sousa, nenhum morador participou ainda do quadro.

Saiba como fazer seu vídeo!
Para participar, basta ficar diante de um dos lugares mais conhecidos de sua cidade, um lugar que identifique de onde você está falando, sempre durante o dia.

Você pode pedir a ajuda de um amigo e gravar de uma distância de mais ou menos 1 metro, sempre com o celular na horizontal (deitado). Essa posição é melhor para mostrar a sua imagem e o local que você escolheu.

Se preferir, pode usar um pau de selfie ou fazer um “vídeo selfie” normal. Você começa dizendo o seu nome e a cidade onde você está e tem 15 segundos para dar o seu recado, respondendo à pergunta: “Que Brasil você quer para o futuro?”.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

SUCESSO

VÍDEO: Mensagem Empresarial mostra história de um dos maiores empresários e empreendedores de Cajazeiras

EMOCIONANTE

VÍDEO:Em documentário especial, Xeque Mate mostra realidade de famílias que moram no Lixão de Cajazeiras

ENTRE PÚBLICO E PRIVADO

VÍDEO: Empresário revela que quase foi candidato a prefeito de Cajazeiras e explica por que recusou

VÍDEO

Sindicatos batem martelo e definem novo salário dos comerciários de Cajazeiras para 2019-2020