header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

VÍDEO: Sindicalista revela que prefeito tentou impedir protesto dos professores no desfile de Cajazeiras

Dezenas de professores aproveitaram o desfile cívico do aniversário de Cajazeiras para realizar ato de protesto pela não implantação do novo piso salarial nacional

Por Jocivan Pinheiro

23/08/2018 às 16h33 • atualizado em 23/08/2018 às 16h40

Dezenas de professores aproveitaram o desfile cívico do aniversário de Cajazeiras para realizar um ato de protesto na avenida Coronel Juvêncio Carneiro, onde acontecia o evento nesta quarta-feira (22).

Liderados pelo Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais (SINFUMC), os professores entraram na avenida vestindo camisas pretas com frases de reivindicação e segurando faixas e cartazes onde cobravam a implantação do reajuste do piso salarial.

Alguns manifestantes entraram na avenida exatamente em frente ao palanque do prefeito José Aldemir Meireles e seus convidados. De lá eles caminharam por toda a avenida de forma pacífica e sem atrapalhar o curso do desfile.

No programa Olho Vivo, por telefone, a presidente do SINFUMC, Elinete Lourenço, explicou que o ato fez parte de uma luta dos professores que já vem se arrastando há meses para que o prefeito implante o reajuste de 6,81% no piso salarial, com base em lei federal.

“Era o dia de parabenizar Cajazeiras, mas era o dia também de mostrar o lado feio, o lado em que o gestor nos nega o direito de ter nosso reajuste. Nós fomos passivamente e fizemos a diferença. Fomos aplaudidos pela população”.

VEJA TAMBÉM:

+ Sindicalista de Cajazeiras revela que procurou igreja para tentar resolver problemas com a Prefeitura

Professores reivindicam reajuste salarial durante desfile cívico do dia da cidade em Cajazeiras

Prefeito tentou impedir

Elinete revelou que o prefeito José Aldemir telefonou para ela na tentativa de impedir a manifestação. “A avenida é de todos. Nós entendemos que também temos direito como cidadãos, como pessoas, como professores, como pessoas que fazem a diferença”, disse a sindicalista.

“Eu acho que alguns gestores ainda não entenderam a importância de ser educador e o que é educação, porque sem educação ninguém sobrevive, nenhuma cidade tem progresso, nenhum desfile acontece”, completou.

Professores reivindicam reajuste salarial durante desfile cívico do dia da cidade em Cajazeiras

O outro lado

Em contato com o Diário do Sertão, o secretário de Governo e Articulação Política de Cajazeiras, José Anchieta, reconheceu o direito dos professores de protestarem, mas afirmou que o ato não poderia acontecer na avenida que foi reservada para o desfile.

“Eu acho que é um direito dos professores, embora ache que o local não era adequado porque lá estava reservado para o desfile. Em nenhum momento o SINFUMC discutiu com a comissão organizadora a participação no desfile. Os professores têm todo direito, mas fosse em outro local.”

Ouça o áudio de José Anchieta

DIÁRIO DO SERTÃO

CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores