header top bar

section content

Família de adolescente que teve restos mortais sepultados depois de 1 ano e três meses fala de angústia

A irmã relembrou o dia que Victória saiu de casa dizendo que ia para uma festa e não mais voltou. A jovem foi morta em julho de 2017.

Por Luzia de Sousa

18/10/2018 às 07h08 • atualizado em 18/10/2018 às 07h10

A família de Victória Albuquerque, que teve seus restos sepultados nessa terça-feira (16), em Cajazeiras fez um desabafo em entrevista à TV Paraíba nessa quarta-feira (17).

VEJA MAIS!

+ VÍDEO: Após um ano e três meses, Victória Albuquerque é sepultada sob lágrimas e protestos em Cajazeiras

+Suspeito da morte de Thayse, confessa o assassinato de Victória e dá detalhes do homicídio

Marli Soares, irmã da adolescente falou da angústia vivida pela família ao longo desses 15 meses, tempo que o corpo da cajazeirense permaneceu no IML de Campina Grande.

A irmã relembrou o dia que Victória saiu de casa dizendo que ia para uma festa e não mais voltou.

“Refletir tudo que passamos ontem é um pouco chato pra mim. Ver minha irmã entrando dentro daquela cova e todo mundo em desespero, aflito”, declarou Marli

A jovem foi morta em julho de 2017 no sítio Santo Onofre, na zona rural de Cajazeiras.

Veja vídeo do sepultamento!

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

MAIS EDUCAÇÃO

VÍDEO: No 2º dia da Mostra de Conhecimentos do N. S. do Carmo, alunos se destacam em temáticas diversas

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: No Mês da Black Friday, concessionária Brazauto oferece preços e formas de pagamento especiais

VÍDEO

Vereador lamenta falta de doação ao Hospital Laureano e acusa prefeito de Pombal: “Virou as costas”

TROVÃO NO BRASILEIRÃO

VÍDEO: Prefeito se compromete a patrocinar o Atlético de Cajazeiras com R$ 20 mil mensais em 2020