header top bar

section content

VÍDEO: Cajazeiras sofre com perda de nove médicos; secretário explica substituição de cubanos

A cidade de Cajazeiras é a mais prejudicada da Paraíba com o fim do convênio do Mais Médico, pois concentra maior número de cubanos.

Por Luzia de Sousa

22/11/2018 às 10h06 • atualizado em 22/11/2018 às 07h07

Após o fim do convênio existente entre Brasil e Cuba no Programa Mais Médico, Cajazeiras vê a questão com preocupação, pois é a cidade que tem mais profissionais da saúde cubanos.

Com 23 Unidades Básicas de Saúde, nove tem médicos cubanos. O posto Amélio Estrela Dantas, no Bairro São Francisco é um deles.

O médico Alberto, que atende a comunidade da Zona Sul da cidade disse que ficou quase três anos em Cajazeiras e teve uma experiência muito boa.

O músico Erinaldo Alves contou que já tem afinidade com o atendimento do cubano e elogiou a atuação dos profissionais. “São médicos muito bons, trabalham com humanidade”.

A aposentada Sônia de Araújo contou que ficou muito triste com o fim do convênio. “São pessoas muito boas, sabem tratar a gente bem”.

Secretário de Saúde de Cajazeiras fala sobre fim do Mais Médicos

Na avaliação do secretário Cristóvão Pinheiro, Cajazeiras terá o maior prejuízo do estado e disse que inicialmente vai remanejar os médicos do quadro da prefeitura para atender nas unidades de saúde que são atendidas por cubanos.

O secretário explicou que vai contar também com as parcerias com as universidades de Medicina da cidade, além da realização do novo concurso público.

Na Paraíba há 128 vagas para 79 cidades, que devem ser preenchidas pelo novo edital publicado pelo Ministério da Saúde nessa quarta-feira (21).

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador