header top bar

section content

Bonito de Santa Fé realiza sua 1ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Conferência teve o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências”

Por Jocivan Pinheiro

02/12/2018 às 14h41 • atualizado em 02/12/2018 às 14h44

Evento contou com a participação de representantes de vários segmentos

Visando edificar as políticas públicas desenvolvidas para resguardar os direitos e interesses das crianças e adolescentes, a Prefeitura Municipal de Bonito de Santa Fé, através da Secretaria do Trabalho e Ação Social, junto com o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes – CMDCA, realizou na quinta-feira, 29, a I Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento aconteceu no salão paroquial do município.

Deu-se início à Conferência com as falas dos secretários municipais presentes, poder legislativo e da adolescente Sara Rodrigues Ramalho, representante das crianças e adolescentes do município, que manifestou o desejo de que as soluções para os problemas dos jovens fossem encontradas no evento.

Com o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências”, preconizado pelo CONANDA (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente), a conferência suscitou o debate baseado em cima de cinco eixos temáticos: Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão Social; Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra Crianças e Adolescentes; Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes; Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes; Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Criança e Adolescentes.

VEJA TAMBÉM:

+ Bonito de Santa Fé está entre municípios brasileiros que atingiram meta do Programa Criança Feliz

Conferência teve o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências”

A conferência foi ministrada pela palestrante da cidade de Sousa, Maria do Socorro Marques, que é assistente social. Houve ainda aprovação do regimento interno da conferência, uma bela apresentação de dança pelas meninas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), debate onde os participantes se dividiram em grupos para emitirem suas ideias, discussão e deliberação das propostas a serem apresentadas na conferência estadual que será realizada posteriormente e eleição dos delegados, entre eles adolescentes que representarão o município na conferência estadual.

Para a secretária de Ação Social do Município, Helineide Araruna, “esse é, sem dúvida, mais um passo importante que estamos dando. Essa conferência abre a oportunidade para que todos os participantes tenham um momento de contribuição para a formulação e a construção de políticas públicas voltadas a este público. Posso dizer que dentre as ações realizadas este ano, a mais importante acontece hoje, por atuar com a parte mais vulnerável da nossa sociedade, que é a criança e o adolescente”.

O evento contou com a participação de representantes de vários segmentos do poder público municipal, poder legislativo e da sociedade civil, como o Conselho Tutelar, o SCFV, integrantes do programa Criança Feliz, representantes do CREAS (Centro de Referência da Assistência Social) de São José de Piranhas, do CRAS de Bonito de Santa Fé, representantes da Secretaria Municipal de Saúde, representantes da Secretaria Municipal de Educação, professores e gestores, dentre outras entidades governamentais e não governamentais.

Mais fotos

YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco