header top bar

section content

VÍDEO: Comandante da PM de Cajazeiras vê risco de aumentar crimes domésticos e fúteis com posse de arma

Brasil é o país que apresenta o maior número de mortes por arma de fogo no mundo

Por Jocivan Pinheiro

22/01/2019 às 15h57 • atualizado em 22/01/2019 às 16h02

Assim como o presidente da OAB Paraíba, que disse ser contra o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que facilita o porte de armas de fogo para civis, o chefe da Polícia Militar de Cajazeiras, tenente-coronel Guedes, também se posicionou contrário à liberação.

“Acho que a única finalidade da arma todos sabem qual é. Gera violência. Não acredito nessa de que se combate a questão de segurança pública armando a população. Pelo contrário, eu vejo risco de aumentar os crimes, sobretudo crimes domésticos e por motivos fúteis. Eu sou contra a questão da liberação do uso da arma de fogo”, diz o comandante.

VEJA TAMBÉMEm Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

O Brasil é o país que apresenta o maior número de mortes por arma de fogo no mundo. Segundo dados da Pesquisa Global de Mortalidade por Armas de Fogo (Global Mortality From Firearms, 1990 – 2016), do Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (Institute for Health Metrics and Evaluation), o país soma 43.200 mortes. Atrás do Brasil vem os Estados Unidos com 37.200 mortes. Apenas seis países das Américas comportam metade das mortes por arma de fogo no mundo.

Entre o início dos anos 1980 e 2016, o percentual de homicídios no país cometidos com armas de fogo subiu de 40% para 71% do total, segundo o Atlas da Violência 2018 divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

DIÁRIO DO SERTÃO

OPÇÃO

VÍDEO: Diretor da SCTRANS alega que redução na taxa dos mototaxistas tem que passar pela Câmara

'NOVIDADES EM BREVE'

VÍDEO: Jr. Araújo busca liberação na SUDEMA para iniciar construção do Hospital Universitário do Sertão

SINAL

VÍDEO: Heron Cid anunciará apoio em Marizópolis dia 15, mas admite que decisão do Pastor Eudes pesa

AGRESSÃO AO MEIO AMBIENTE

VÍDEO: Vereador visita lixão de Cajazeiras, denuncia crime e diz que vai acionar Ministério Público

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!