header top bar

section content

VÍDEO: Protesto contra reforma da Previdência em Cajazeiras coloca políticos paraibanos na mira do povo

Nesta sexta-feira, vereadores, sindicalistas e militantes ocuparam as ruas do Centro em manifestação contra reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro

Por Jocivan Pinheiro

22/03/2019 às 15h56 • atualizado em 22/03/2019 às 16h00

Na manhã desta sexta-feira, vereadores, sindicalistas, militantes e a população ocuparam as ruas do Centro de Cajazeiras em manifestação contra a reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro.

“Agora é uma hora de dizer não a tudo isso, a essa deforma [sic] que está aí, porque só nós somos capazes de salvar a nossa própria pele, de salvar a nossa aposentadoria, de salvar nosso direito de envelhecermos com dignidades”, diz a presidente do Sindicato dos Funcionários Municipais de Cajazeiras, Elinete Lourenço.

Os manifestantes se concentraram a partir das 8h em frente à Câmara Municipal e de lá saíram em caminhada até a sede do INSS de Cajazeiras.

“Estamos aqui defendendo o que é nosso, o direito que foi adquirido na Constituição de 88. Estamos na luta e a palavra é resistência”, ressalta o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cajazeiras, Rildo Soares.

+ Em Cajazeiras, estudantes são detidos após picharem muro com frase contra reforma da Previdência

Manifestantes contra a reforma da Previdência em Cajazeiras

O texto da reforma da Previdência foi entregue em 20 de fevereiro e tramita como Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Para ser aprovado, ele será analisado por comissões especiais e votado por deputados e senadores.

“É preciso ir para as ruas. Não podemos aceitar que mais um golpe seja aplicado contra o povo brasileiro. Nós precisamos fazer essa cobrança aos deputados e senadores eleitos pela sociedade brasileira, em especial os eleitos pelo povo paraibano, para não permitir que caçem mais um direito do povo brasieiro”, declara o vereador Rivelino Martins (PSB).

Manifestantes contra a reforma da Previdência em Cajazeiras

Durante uma live no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) admitiu que, “no fundo, gostaria de não fazer a reforma da Previdência”. Mas acrescentou que ela é inevitável e que o Brasil “quebra” se a reforma não for feita agora.

Em Cajazeiras, o vereador Jucinério Félix (PPS) discorda: “Não tem como ser aprovada uma reforma que não acaba com os privilégios dos grandes, só retira direitos dos pequenos. Então a gente veio para a rua dizendo não a esse projeto e pedindo aos deputados federais, aos senadores, que não devem votar nele”, disse o parlamentar.

Políticos paraibanos na mira dos manifestantes

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Chico Mendes diz que pode dividir palanque com Cleide e dispara: “Tô pronto para disputar com Paula”

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”