header top bar

section content

MAIS SAÚDE: UPA de cidade do Sertão da Paraíba recebe UTI móvel para atender melhor a população

Com as novas ambulâncias, o tratamento dos pacientes começa já no deslocamento até uma das UPAs.

Por Luzia de Sousa

11/06/2019 às 11h04 • atualizado em 11/06/2019 às 11h05

UPA de Princesa Isabel (Foto: Governo do Estado da Paraíba)

A Unidade de Pronto Atendimento de Princesa Isabel, Sertão da Paraíba ganhou ambulância com equipamentos que a qualifica como UTI móvel.  Também receberam os mesmos equipamentos as UPAs de Guarabira e Santa Rita. Novas ambulâncias foram viabilizadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), e já estão em serviço. As Unidades de Suporte Avançado de Vida (USA), como são formalmente conhecidas, realizam o transporte de pacientes em grave situação de saúde com rapidez e segurança.

Com as novas ambulâncias, o tratamento dos pacientes começa já no deslocamento até uma das UPAs. E, caso precisem ser transferidos para um hospital, após seu quadro clínico ser estabilizado na unidade, os pacientes poderão contar com suporte qualificado, capaz de manter seu estado clínico até o hospital de destino.

Os veículos de suporte avançado permitem que os profissionais da saúde continuem dando assistência necessária para os pacientes, conforme explica a diretora-clínica da UPA de Santa Rita, Tália Moura. “Não precisamos interromper o tratamento por conta do transporte. Fazer remoção de pacientes é sempre delicado. Mas, com esta estrutura, podemos minimizar os riscos envolvidos e buscar sempre atender os nossos usuários de forma mais completa”, afirmou.

UPA de Princesa Isabel (Foto: Governo do Estado da Paraíba)

O diretor-administrativo da UPA de Guarabira, Júnior Fernandes, esclarece que, com a chegada das UTIs móveis, o encaminhamento de pacientes graves será feito com maior dinamismo. “Este equipamento novo permite que a gente tenha maior mobilidade e autonomia, já que não precisaremos mais depender de ambulâncias do Samu ou do Hospital Regional para realizar a remoção dos pacientes que aqui estiverem”, pontuou.

As UPAs de Guarabira, Santa Rita e Princesa Isabel são responsáveis por atender, ao todo, 22 mil pessoas por mês, 24 horas por dia. As unidades concentram os atendimento de saúde de complexidade intermediária das cidades do entorno de onde estão instaladas. Atendem clínica geral e pediatria, realizam exames de Raio-X, eletrocardiografia, contam com laboratório de exames e leitos de observação. Caso necessário, os pacientes são encaminhados para um hospital, onde passam por procedimentos de maior complexidade.

DIÁRIO DO SERTÃO com assessoria

Recomendado para você pelo google

PROTESTO

VÍDEO: populares vão às ruas para protestar contra a reforma da Previdência na cidade de Patos

VEJA VÍDEO

Padre de Cajazeiras revela curiosidades sobre o santo casamenteiro: “Faz milagre a pessoa encalhada”

SAÚDE

Dieta milagrosa? Médico diz que a compulsão e afetividade pela comida são perigosas para o emagrecimento

VÍDEO

Mototaxista reclama de multa cobrada na Zona Azul da cidade de Cajazeiras; “Está errado”