header top bar

section content

Padre de Cajazeiras revela curiosidades sobre o santo casamenteiro: “Faz milagre a pessoa encalhada”

“A língua que a terra não comeu. Santo Antonio é o santo do parlatório de Deus”, declarou o religioso.

Por Luzia de Sousa

14/06/2019 às 16h17 • atualizado em 14/06/2019 às 16h20

O Padre Francivaldo de Albuquerque em entrevista a TV Diário do Sertão nessa quinta-feira (13) falou sobre a vida de Santo Antonio e afirmou que foi um grande milagreiro e o mais culto da Igreja da época.

“A língua que a terra não comeu. Santo Antonio é o santo do parlatório de Deus”, declarou Francivaldo

O religioso falou sobre a “fama” de casamenteiro de Santo Antonio.

“De fato, Santo Antonio fez muitos milagres. E fazer milagre com uma pessoa encalhada, desprovida da juventude, de beleza e Santo Antonio transformá-la num cônjuge e fazê-la feliz num matrimônio, só Santo Antonio mesmo teve essa capacidade”. Contou Francivaldo

Ele destacou a preferência do santo pelos pobres, especialmente pelas moças que não tinham condições para contrair o matrimônio, e ele viabilizava o dote.

História
Ele nasceu em Lisboa, em 1195, chamava-se Fernando de Bulhões Itavera de Azevedo, se tornou Antonio aos 25 anos quando se tornou padre Franciscano.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

ESTELIONATO

VÍDEO: Após dois golpes em banco de Cajazeiras, advogado mostra como vítimas devem buscar seus direitos

FIQUE POR DENTRO

Radialista sousense fala das condenações de ex-prefeitos e visita da PF na casa de empresário no Sertão

6ª EDIÇÃO DO EVENTO

VÍDEO: Mesa Redonda da Faculdade Santa Maria discute direitos e diversidade humana; veja como participar

VÍDEO

Chico Mendes diz que pode dividir palanque com Cleide e dispara: “Tô pronto para disputar com Paula”