header top bar

section content

VÍDEO: Secretário de Articulação Política explica o que falta para homologação do concurso de Cajazeiras

Ele ressaltou que compreende a aflição dos candidatos aprovados, mas reforçou que o prefeito já determinou a homologação do concurso

Por Rita Veras

07/10/2019 às 17h27 • atualizado em 08/10/2019 às 15h56

O secretário de Articulação Política de Cajazeiras, José Anchieta, em entrevista ao programa Olho Vivo, da TV Diário do Sertão, explicou o que falta para que o concurso da Prefeitura de Cajazeiras, cujas provas foram realizadas em abril de 2019, seja homologado.

O secretário explicou que há todo um processo legal até que a homologação seja publicada no Diário Oficial.

“As equipes da Procuradoria Jurídica e da Secretaria de Administração da Prefeitura de Cajazeiras têm trabalhado intensamente na conferência dos dados dos candidatos a fim de acelerar o processo de homologação e evitar ação judicial”, declarou Anchieta.

VEJA TAMBÉM: 

EMPREGO: Prefeitura do Sertão abre inscrições para processo seletivo com salários de até R$ 13,3 mil

AINDA DÁ TEMPO: Inscrições para concurso da Fundac para 400 vagas terminam nesta segunda-feira

Ele ressaltou que compreende a aflição dos candidatos aprovados no concurso, mas concluiu reforçando que o prefeito José Aldemir já determinou a homologação, e que a publicação no Diário Oficial deverá acontecer nos próximos dias.

“Nós queremos tranquilizar a todos que isso não vai demorar muito e, em breve, o processo de homologação estará concluído”, destacou o secretário.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO 

Recomendado para você pelo google

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras alerta que “pobreza se avoluma cada vez nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’

NASCEU DE NOVO!

VÍDEO: condutor-socorrista do SAMU salva bebê que estava engasgado e sem respirar em Patos