header top bar

section content

Sousa, Cajazeiras e mais 5 cidades do Sertão vão zerar fila de espera de cirurgias, diz governador

Em entrevista à TV Diário do Sertão, o governador falou em desafio ao lançar este programa que vai beneficiar 12 mil paraibanos.

Por Luzia de Sousa

25/10/2019 às 15h47

O governador João Azevêdo lançou este mês o Programa Opera Paraíba, que tem como meta a redução das filas de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS). Com investimentos da ordem de R$ 6 milhões apenas no primeiro ano, o Opera Paraíba vai contemplar mais de 12 mil paraibanos em 36 tipos de cirurgias. A solenidade de lançamento ocorreu no Palácio da Redenção, em João Pessoa.

Em entrevista à TV Diário do Sertão, o governador falou em desafio ao lançar este programa que vai beneficiar 12 mil paraibanos em uma das áreas mais sensíveis, que é a saúde.

“Ao longo dos anos foram se acumulando essas cirurgias. Você imaginar que tem 12 mil pessoas esperando cirurgia é um número muito alto”, observou João Azevedo, anunciando que vai zerar em um ano a fila de espera nos hospitais.

Governador lançou programa Opera Paraíba

Ao todo, 12 hospitais da Rede Estadual vão integrar a força-tarefa para a realização dos procedimentos cirúrgicos, que contemplam as especialidades de ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia, proctologia e cirurgia geral. A contrapartida dos municípios consiste na realização dos exames pré-operatórios e no transporte até a unidade hospitalar responsável pelo procedimento cirúrgico.

No Sertão, os hospitais que integram a força-tarefa são: Hospital Sinhá Carneiro, em Santa Luzia; Hospital Distrital de Itaporanga; Hospital Regional de Catolé do Rocha; Hospital Regional de Cajazeiras; Hospital Regional de Sousa, Hospital Rui Carneiro, em Pombal e Hospital Geral de Taperoá.

Governador lançou programa Opera Paraíba

PROGRAMA
Serão investidos, apenas no primeiro ano do programa, R$ 6 milhões do Tesouro Estadual e mais R$ 4,8 milhões do Ministério da Saúde.

A meta é reduzir as filas de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde em um ano. Ao todo, participam do programa 12 hospitais da Rede Estadual, contemplando 36 procedimentos cirúrgicos, com mais de 12 mil paraibanos beneficiados.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

ASSISTA: Em Sousa, humorista chama o desconhecido por outro nome e causa confusão em Mercado Público

"SÓ PODE LULA?"

VÍDEO: Bolsonaristas defendem 2ª instância, mas não querem amigos presos pela Andaime, diz colunista

PERIGO

VÍDEO: Preocupado com incêndios em Cajazeiras, chefe dos Bombeiros alerta sobre limpar terreno com fogo

PARA ATRAIR TURISTAS

VÍDEO: Bom Jesus realiza 1º Encontro de Motocross com sucesso, e prefeito promete investir no evento