header top bar

section content

Professor Sertanejo não resiste à grave doença no fígado e morre em Hospital de Campina Grande

Apelidado como Neném, o professor de Biologia era bastante conhecido na região e amado por todos os alunos e ex-alunos

Por Campelo Sousa

17/01/2020 às 09h06

Neném tinha 37 anos e ensinava a disciplina de Biologia (Foto: Arquivo Pessoal/ Folha Patoense)

Faleceu nas primeiras horas desta sexta-feira (17), o professor Edivaldo Gomes de Oliveira Filho, da cidade de Passagem, na região de Patos, no Sertão do estado.

O professor tinha 37 anos e lutava contra uma grave doença no fígado. Ele acabou sendo transferido para o Hospital de Trauma em Campina Grande onde estava internado, mas acabou não resistindo e veio a óbito.

Carinhosamente chamado de Neném, o professor de Biologia era bastante conhecido na região e amado por todos os alunos e ex-alunos. Ele era natural do Distrito de Café do Vento, era casado e tinha dois filhos pequenos.

O corpo de Edivaldo será transladado para a cidade de Passagem onde acontecerá o velório e sepultamento, na manhã deste sábado (18).

Nas redes sociais, amigos, familiares e alunos lamentaram a morte do professor sertanejo.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

DISPUTA PELA PREFEITURA

VÍDEO: Júnior Araújo cita Denise, Marquinhos Campos e Delzinho como possíveis candidatos em Cajazeiras

CRÍTICAS

VÍDEO: Deputada reivindica obras do Governo do Estado na sua cidade e diz que a PB precisa de saúde

ELEIÇÃO PARA PREFEITO

VÍDEO: Encontro marcado pela oposição pode definir chapa que enfrentará grupo de coalizão em Itaporanga

"JAMAIS VOU DESISTIR"

VÍDEO: Pré-candidato da oposição em Poço Dantas desmente ‘fake news’ sobre desistência da candidatura