header top bar

section content

Professor Sertanejo não resiste à grave doença no fígado e morre em Hospital de Campina Grande

Apelidado como Neném, o professor de Biologia era bastante conhecido na região e amado por todos os alunos e ex-alunos

Por Campelo Sousa

17/01/2020 às 09h06

Neném tinha 37 anos e ensinava a disciplina de Biologia (Foto: Arquivo Pessoal/ Folha Patoense)

Faleceu nas primeiras horas desta sexta-feira (17), o professor Edivaldo Gomes de Oliveira Filho, da cidade de Passagem, na região de Patos, no Sertão do estado.

O professor tinha 37 anos e lutava contra uma grave doença no fígado. Ele acabou sendo transferido para o Hospital de Trauma em Campina Grande onde estava internado, mas acabou não resistindo e veio a óbito.

Carinhosamente chamado de Neném, o professor de Biologia era bastante conhecido na região e amado por todos os alunos e ex-alunos. Ele era natural do Distrito de Café do Vento, era casado e tinha dois filhos pequenos.

O corpo de Edivaldo será transladado para a cidade de Passagem onde acontecerá o velório e sepultamento, na manhã deste sábado (18).

Nas redes sociais, amigos, familiares e alunos lamentaram a morte do professor sertanejo.

DIÁRIO DO SERTÃO

HUMOR

VÍDEO: sousense relata o que acontece na cidade durante o período eleitoral e viraliza na internet

PAINEL

VÍDEO: Abuso de poder pode tornar candidato inelegível nas eleições 2020, alerta ministro do TSE

FEMINICÍDIO

VÍDEO: Delegado do caso Pâmella Bessa lamenta impunidade no Brasil e faz alerta para população

ALERTA

VÍDEO: Corpo de Bombeiros prevê aumento de incêndios na região de Cajazeiras até final do ano

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!