header top bar

section content

VÍDEO: Dona de farmácia explica por que preços de álcool em gel e máscara aumentaram drasticamente

A farmacêutica confirmou que o estoque de álcool em gel e máscaras se esgotaram após intensa procura nos últimos dias em virtude da crise do coronavírus

Por Jocivan Pinheiro

19/03/2020 às 15h54 • atualizado em 19/03/2020 às 15h59

A farmacêutica Francileuda Batista, proprietária da rede de farmácias Santa Maria em Cajazeiras, confirmou ao Diário do Sertão que o estoque de álcool em gel e máscaras se esgotaram com a intensa procura pelos clientes nos últimos dias em virtude da crise do novo coronavírus.

As últimas unidades dos produtos também foram vendidas com valor acima do normal. De acordo com Francileuda Batista, ao realizar a compra no fornecedor, a farmácia teve que pagar um valor bem superior ao que costumava comprar. A farmacêutica deixou claro que não está se aproveitando da situação.

“A gente tem que entender que o problema de ter um aumento muito drástico é por conta da demanda. Quanto mais se procura um produto, mais caro ele fica. E o preço não é alterado no balcão das farmácias, é na indústria. A matéria-prima está em escassez, não tem o que fazer”, disse Francileuda.

“O mais correto é se cuidar, lavar bem as mãos, ficar resguardado em casa, manter a higiene. Máscara é um bloqueio, mas não é tudo. A gente vai disponibilizar de acordo com o que a gente consegue, mediante o preço que a gente tem. A gente não está se aproveitando da situação, até porque não são só nossos clientes e a população que estão em jogo, nós também estamos em jogo”, completa.

VEJA TAMBÉM

Procon notifica farmácias de Cajazeiras que abusam nos preços de álcool em gel e outros produtos

Francileuda Batista, proprietária da rede de farmácias Santa Maria em Cajazeiras

De acordo com Francileuda Batista, as notas fiscais das compras aos distribuidores comprovam o aumento no valor do produto. Ela pediu aos consumidores compreensão e paciência até que situação se normalize.

“Infelizmente é assim que funciona, é no consumidor final que termina o preço. Tem pessoas que ficam em redes sociais querendo denegrir a imagem de farmácia A, B ou C, mas a gente não tem muito o que fazer. Eu queria muito poder encontrar o produto da forma que a gente encontrava há menos de um mês, mas não se encontra mais a esse valor. E mesmo que eu queira comprar ele mais caro do jeito que estão oferecendo, não tem o produto na quantidade que eu preciso”.

A rede de farmácias Santa Maria oferece serviço de entrega a domicílio. A farmacêutica deixou um alerta para que as pessoas também tenham atenção redobrada com a higiene nesse momento.

“Eu só poço a vocês que tenham um pouco de paciência porque tem muita gente doente, as entregas estão enormes. A gente precisa ter um pouco de cuidado. Deixem os idosos e as crianças em casa. Higiene em primeiro lugar. Se isolem. Não estejam no meio de muita gente. Vamos ter calma para poder a gente fazer a coisa certa, porque com muita agitação a gente acaba não raciocinando para fazer a coisa certa”.

DIÁRIO DO SERTÃO

NO CEARÁ

VÍDEO: Lavras da Mangabeira monitora 17 casos suspeitos de Covid-19; advogado fala das ações da saúde

AJUDA

VÍDEO: Empresa do Vale do Piancó cria protetor facial para profissionais que combatem o coronavírus

LÍDER GERAL

VÍDEO: Marina Duarte esclarece se o Atlético será campeão paraibano antecipado por causa da epidemia

NO RIO GRANDE DO NORTE

EXCLUSIVO: Irmão da vítima fatal mais jovem do coronavírus no Brasil relata últimos momentos do jovem

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!