header top bar

section content

Prefeitura de Cajazeiras poderá retirar moradores de rua compulsoriamente diante da crise do coronavírus

O secretário José Anchieta também falou que a Casa de Acolhimento do município está com o teto comprometido, mas prometeu reformar o local

Por José Dias Neto

23/03/2020 às 11h25 • atualizado em 23/03/2020 às 19h35

Os moradores de rua que vivem na Praça do Skate em frente ao terminal rodoviário no centro de Cajazeiras poderão ser retirados da via pública para cumprirem isolamento social diante da pandemia do coronavírus.

Ao Diário do Sertão, o secretário de Governo e Articulação Política, José Anchieta disse que esses moradores apresentam resistência para deixar às ruas, mas garantiu que ainda nesta segunda-feira (23), uma equipe multiprofissional da Secretaria de Desenvolvimento Humano estará realizando uma busca ativa no intuito de conscientizá-los sobre a atual situação e irão apresentá-los a opção de ficarem em isolamento social no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD).

O secretário também esclareceu que a Casa de Acolhimento Walmira Meireles, referência para atendimento as pessoas carentes, inaugurada pela atual administração, está com a estrutura do seu teto comprometida, mas a reforma iniciará ainda esta semana, porém, ainda está oferecendo refeições para os moradores. Mas o apoio maior está sendo dado na sede do CAPS AD.

“A situação do coronavírus tem feito que a gente esteja resolvendo questões 24 horas. Com esse problema de chuva, o teto [ da casa de acolhimento] tá todo comprometido e essa reforma deve começar ainda esta semana. Mas enquanto isso, o pessoal ainda está fazendo as refeições na Casa do Acolhimento, toda tarde abre, como foi sempre assim, pessoal janta, toma café da manhã, e enquanto se faz a reforma lá, eles estão dormindo na sede do CAPS AD,  onde eles passam o dia, que fica localizada em frente à casa de acolhimento”, disse Anchieta.

VEJA MAIS:

Farmacêutica Sertaneja de 29 anos morre em Hospital de João Pessoa com suspeita de Coronavírus

Sousa tem um e Cajazeiras dois pacientes internados sendo investigados com suspeitas de Coronavírus

Paciente com suspeita de coronavírus recebe alta do Hospital de Cajazeiras e ficará isolado em sua casa

Ainda de acordo com José Anchieta, o Comitê de Prevenção ao Covid-19 do município vai buscar junto ao Ministério Público a possibilidade de recolher os moradores das ruas da cidade e levá-los para a sede do  Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD).

“Eles estão vulneráveis estando nas ruas. Estamos levando esse caso ao Comitê de Prevenção ao Covid-19 para ver se a gente aciona o Ministério Público, para ver se tem como a gente fazer esse trabalho, inclusive usar o poder de polícia, no sentido de levá-los para o CAPS AD. Desde que a gente consiga essa medida judicial. Certamente tentaremos isso ainda hoje”, finalizou.

CASA DO ACOLHIMENTO

A Casa de Acolhimento Valmira Meireles, localizada Rua Barão do Rio Branco, no centro de Cajazeiras foi inaugurada no dia 24 de agosto de 2018, na gestão da então secretária de Desenvolvimento Humano, Gerlane Moura, na administração do atual prefeito José Aldemir.

Prefeito José Aldemir janta com moradores de rua na Casa de Acolhimento Walmira Meireles

DIÁRIO DO SERTÃO

NO CEARÁ

VÍDEO: Lavras da Mangabeira monitora 17 casos suspeitos de Covid-19; advogado fala das ações da saúde

AJUDA

VÍDEO: Empresa do Vale do Piancó cria protetor facial para profissionais que combatem o coronavírus

LÍDER GERAL

VÍDEO: Marina Duarte esclarece se o Atlético será campeão paraibano antecipado por causa da epidemia

NO RIO GRANDE DO NORTE

EXCLUSIVO: Irmão da vítima fatal mais jovem do coronavírus no Brasil relata últimos momentos do jovem

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!