header top bar

section content

Lixão em cidade do Sertão da PB adoece crianças e polui água de açude. ASSISTA!

Sem aterro sanitário, moradores depositam e queimam os resíduos em um terreno baldio onde já se formou um grande lixão a céu aberto

Por

10/11/2015 às 14h57

O abastecimento de água em algumas comunidades rurais do município de Serra Grande, no sertão do estado, está comprometido não só pela escassez, mas também pela qualidade do líquido. Além de a água ter perdido qualidade porque os rios e açudes estão secos, ela está sendo poluída por um lixão, de acordo com denúncias feitas à TV Diário do Sertão.

Por falta de um aterro sanitário no município, os moradores depositam os resíduos domésticos em um terreno baldio onde já está se formando um grande lixão a céu aberto. Esse acúmulo está ocasionando dois problemas graves: a poluição dos rios e açudes e problemas de saúde nas famílias que moram perto do local, pois as pessoas costumam queimar o lixo, provocando uma fumaça bastante nociva à saúde.

Veja mais!

Obra de Serra Grande envolvida na Andaime é barrada pelo MPF; inauguração seria em junho de 2015

Com reforma licitada há um ano, escola em Serra Grande está abandonada e materiais viraram lixo

Abastecimento d'água não funciona, e moradores de Serra Grande fazem 'vaquinha' para ter motor

Somente na família do agricultor Antônio José da Silva, sete pessoas apresentaram problemas respiratórios provocados pela fumaça. Ele também denunciou outro problema: a poluição dos rios e até das roças.

“Já tem muita gente alérgica da fumaça do lixão. Eu queria que ele fosse tirado daí e fizessem um aterro. Ele está próximo das residências e penetra nos rios, e até na roça a fumaça vem prejudicar a gente”, revelou.

O vereador Francisco Martins disse que alguns resíduos vão parar em um rio perene que os leva até um açude da região. A situação, segundo ele, é de descaso com a natureza e com a saúde da população.

“A gente vê o total descaso com a natureza. Uma das maiores preocupações da atualidade é com o meio ambiente, e logo à frente tem um rio, e todos os resíduos caem no rio e vão parar no destino final que é o açude. É triste relatar esse fato. Tem casas aqui a menos de 500 metros, casas com crianças que tiveram problemas de saúde em decorrência da fumaça que exala o lixo”, enfatizou.

O portal Diário do Sertão tentou entrar em contato com o prefeito de Serra Grande, mas até as 15:15h desta terça-feira (10) ele não havia atendido às nossas ligações.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

VÍDEO: Ambientalista critica prefeito de Pombal por não resolver problema do lixão na entrada da cidade

CONHEÇA SEUS DIREITOS

VÍDEO: Advogados de Cajazeiras criticam INSS e orientam sobre o que fazer quando um benefício é cortado

FARIA 97 ANOS NESTE MÊS

VÍDEO: Historiador explica por que Padre Gualberto foi o ‘Padre Rolim do século XX’ em Cajazeiras

QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada