header top bar

section content

VÍDEO: Com homenagens de cantadores, corpo do poeta Zé Morais é sepultado no Distrito de Bandarra

O poeta repentista faleceu na tarde de quinta-feira (22), aos 74 anos, vítima de infarto quando estava em casa, na Zona Norte de Cajazeiras

Por Jocivan Pinheiro

25/10/2020 às 12h54 • atualizado em 25/10/2020 às 12h56

Com participações de cantadores, líderes religiosos, amigos e familiares, o corpo do poeta Zé Morais foi sepultado no Distrito de Bandarra, na zona rural de São João do Rio do Peixe, local onde ele nasceu.

O poeta repentista faleceu na tarde de quinta-feira (22), aos 74 anos, vítima de infarto quando estava em casa, na Zona Norte de Cajazeiras.

José Emílio de Morais, mais conhecido como Zé Morais, era um dos maiores poetas repentistas do Nordeste. Nascido no Distrito de Bandarra, ele dedicou mais de 40 anos da sua vida à viola, à poesia de cordel e ao repente. No seu currículo destacam-se CD’s, livros, programas de rádio e festivais.

VEJA TAMBÉM

Morre em Cajazeiras, aos 74 anos, o poeta repentista Zé Morais, um dos maiores do Nordeste

Corpo do poeta Zé Morais foi sepultado no Distrito de Bandarra, em São João do Rio do Peixe

Na Rádio Alto Piranhas de Cajazeiras, apresentou o programa “Nordeste ao Som da Viola” por mais de 15 anos. Também apresentou programa na cidade de Sousa e foi um dos primeiros violeiros a comandar programa de rádio no Sertão paraibano. Participou de mais de 30 festivais em todo o Brasil e em 2018 publicou seu segundo livro, ‘Bravos Sertanejos’.

O poeta estava preparando o lançamento de uma coletânea de 20 novas canções, que deverão ser lançadas nas rádios postumamente.

Poeta repentista Zé Morais

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO

VÍDEO: Jornalista fala sobre a vacina do Coronavac e destaca a importância do Instituto Butantan

CUIDADO

VÍDEO: Durante novenário, em Ipaumirim, Padre pede que fiéis fiquem atentos a pandemia do coronavírus

NOVA ONDA

VÍDEO: Senador Ney Suassuna acredita que deve haver lockdown com segunda onda de Covid-19 no Brasil

INADMISSÍVEL

VÍDEO: Nilvan Ferreira diz que foi vítima de racismo e chamado de ‘macaco’ na eleição em João Pessoa

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!