header top bar

section content

Lei: Funcionários de hospitais e bancos não podem fazer ligações ou ficar no WhatsApp

Quem desobedecer deverá ser retirado da instituição com auxilio da segurança, guarda municipal ou até mesmo a polícia militar

Por

08/06/2015 às 18h00

A reportagem do portal e TV Online Diário do Sertão entrevistou nesta segunda-feira (08) o vereador e presidente da Câmara Municipal de Sousa, Aldeone Abrantes (PTB). O parlamentar mirim falou sobre o projeto de Lei que proíbe o uso do celular nos órgãos públicos da cidade de Sousa.

De acordo com o projeto de Lei fica proibido pelos servidores ou empregados o uso de aparelho telefônico seja para efetuar ligação, enviar ou receber mensagens ou fazer uso de WhatsApp nos seguintes órgãos abaixo:

•    Hospitais;
•    Casas de saúde;
•    Postos de saúde;
•    Instituições bancárias e financeiras;
•    Salas de aula e conferências;
•    Casas fechadas de espetáculos em momentos de exibição;
•    Bibliotecas, quando em uso para leitura e estudo;

Veja também:

?Universitária grava vídeo para namorado e acaba virando a nova sensação do WhatsApp

?Foto de estudante nua vaza no WhatsApp e ex-namorado é o principal suspeito. Confira!

?Fotos de sousense e a namorada em motel de Cajazeiras vazam no WhatsApp. Veja fotos!

?Virou febre: Vídeo de Maria Calado com Dona Nena na TVDS é exibido em rede nacional

A pessoa que for flagrada descumprindo a lei será punida e terá de pagar R$ 200 UFIRs (Unidades Fiscais de Referência), o que equivale a aproximadamente R$ 542, e, além disso, deverá ser retirado da instituição com auxilio da segurança, guarda municipal ou até mesmo a polícia militar em caso de desobediência. Os estabelecimentos que não se adequarem a nova determinação não terão seus alvarás de funcionamento renovados.

“Nas filas de hospitais, as pessoas esperam por atendimento, enquanto que funcionários ficam no WhatsApp, esquecendo que a prioridade é atender o paciente. A mesma coisa também acontece na fila dos bancos. Essa lei vai buscar melhorar e agilizar o atendimento nessas repartições públicas”, disse Aldeone.

Assista á reportagem da TV Diário do Sertão com Aldeone Abrantes!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PROBLEMA GRAVE

VÍDEO: No Xeque-Mate, voluntários debatem sobre maus tratos e abandono de animais em Cajazeiras

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde