header top bar

section content

TCE rejeita contas de prefeitura da região de Cajazeiras e ex-gestor diz que ainda não foi notificado

As contas são referentes ao exercício de 2015 e o ex-prefeito que lhe compete a responsabilidade, disse ao Diário do Sertão que até o início da noite desta quarta-feira (24) ainda não tinha sido comunicado

Por Diário do Sertão com informações da Ascom TCE –PB

24/11/2021 às 19h22 • atualizado em 24/11/2021 às 19h26

Foto aérea da cidade de Poço Dantas, na região de Cajazeiras. (Foto: reprodução/site da prefeitura).

O Pleno Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), em sessão ordinária híbrida, nesta quarta-feira (24), rejeitou as contas da prefeitura de Poço Dantas, na região de Cajazeiras, referente ao exercício de 2015 (proc. nº 04745/16). Cabe recurso.

Em contato com o ex-prefeito Dedé Cândido, ele informou ao Diário do Sertão que até o início da noite desta quarta-feira (24) ainda não tinha sido notificado em relação à rejeição do TCE. Dedé Cândido era o gestor em 2015 no município.

VEJA TAMBÉM

Prefeitura da região de Catolé do Rocha tem contas rejeitadas pelo TCE-PB

SESSÃO DO TCE

Além de Poço Dantas, a cidade de Caraúbas, na região de Campina Grande, teve suas contas rejeitadas referente ao exercício de 2016. Neste caso, a imputação de débito ao gestor é um montante de R$ 108 mil, referente a disponibilidade financeira não comprovada. (proc. nº 05523/17). Cabe recurso.

CONTAS APROVADAS

As contas das prefeituras de Picuí, Santa Rita, Bananeiras, Guarabira e São José do Bonfim, esta última na região de Patos, relativas a 2019, e de Jericó, na região de Catolé do Rocha, relativas a 2018, todas foram aprovadas.

Regulares foram julgadas as contas de 2019 do Gabinete Civil do Vice-Governador e da Empresa Paraibana de Comunicação – EPC

Educação – A Corte julgou pela irregularidade das contas apresentadas pelo ex-secretário de educação do Estado, Afonso Celso Caldeira Scocuglia, ao apreciar processo remanescente de 2011 (proc. nº 03012/12), com responsabilização de débito ao ex-gestor no montante de R$ 3.7 milhões, referente às inúmeras irregularidades, destacando-se a aquisição de “kits” escolares objeto do contrato SEE nº 06/2011, celebrado com a empresa WEJ Logística Distribuidora e Comércio. Houve defesa e ainda cabe recurso.

Organização Social – O Pleno julgou irregulares as contas da Organização Social Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Birigui, contratada pela Secretaria de Saúde estadual para administrar os serviços de saúde no Complexo Hospital Regional Deputado Janduhy Carneiro – CHRDJC, localizado no município de Patos-PB, entre agosto de 2019 e fevereiro de 2020.

Na decisão unânime, os membros da Corte acompanharam o voto do relator conselheiro André Carlo Torres Pontes. O ex-diretor presidente Cláudio Castelão Lopes e a Santa Casa devem responder, solidariamente, pelo débito imputado no montante de R$ 10.370.784,82, referente a despesas não comprovadas. Cópias dos autos serão encaminhadas ao MPF, Polícia Federal, Procuradoria Geral de Justiça, Receita Federal e Assembleia Legislativa, bem como anexação do processo às contas anuais da Secretaria de Saúde.

Eleição OAB – O Pleno aprovou, à unanimidade, “Voto de Aplauso” ao advogado Harrison Targino, eleito presidente da Ordem dos Advogados do Brasil-PB, para o triênio 2022-2024. O presidente da Corte, conselheiro Fernando Catão, autor da proposta, conjuntamente com o conselheiro André Carlo Torres, destacou as qualidades do novo dirigente da OAB, que é mestre em direito pela PUC-SP, professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e da Unipê, e já exerceu os cargos de Secretário de Estado e Procurador-Geral do Estado.

O Tribunal de Contas do Estado realizou sua 2333ª sessão ordinária presencial e remota, sob a presidência do conselheiro Fernando Rodrigues Catão. Presentes também os conselheiros Arnóbio Alves Viana, André Carlo Torres Pontes, Nominando Diniz e Antônio Gomes Vieira Filho, assim como os substitutos Antônio Cláudio Silva Santos, Oscar Mamede Santiago Melo e Renato Sérgio Santiago Melo. O Ministério Público de Contas foi representado pelo procurador geral Bradson Tibério Luna Camelo.

DIÁRIO DO SERTÃO

À DISPOSIÇÃO DA JUSTIÇA

VÍDEO: Comandante dá detalhes da prisão de suspeito detido na região de Sousa após assalto a carro-forte

DESABAFOU

VÍDEO: Professor fala sobre decepção por falta de apoio para instalar o Museu do Futebol em Cajazeiras

CRÍTICA

VÍDEO: Pastor de São João do Rio do Peixe cita exemplos de xenofobia e exalta qualidades do Sertão

LEMBRAR SEMPRE

VÍDEO: Médico que marcou a história da política do Rio Grande do Norte terá trajetória narrada em livro

Recomendado pelo Google: