header top bar

section content

Jeová lamenta morte de cineasta cajazeirense e diz que setor cultural paraibano perde um grande talento

Para o parlamentar, é difícil dimensionar a perda da arte e cultura da Paraíba com a morte de Eliézer Rolim

Por Diário do Sertão com Assessoria

02/02/2022 às 18h26

O cineasta cajazeirense Eliézer Rolim morreu aos 61 anos de idade. (Foto: divulgação).

“Estou triste porque perdi uma pessoa que eu admirava muito e porque vejo mais uma vida sendo levada por complicações da Covid, mais uma família enlutada pela partida de um ente querido. A cultura da Paraíba perdeu um de seus grandes talentos, mas, ficaram as obras e essas serão eternas”, disse hoje (02), o deputado Jeová Campos logo após tomar conhecimento do falecimento do roteirista e diretor de cinema Eliézer Rolim, aos 61 anos, por complicações de Covid, em um hospital de João Pessoa.

Jeová lembra que o cineasta deixa um legado, inclusive, no resgate da vida e obra do Padre Inácio de Sousa Rolim, cujo talento resultou no filme “O Sonho de Inacim”. “No final do ano passado, por ocasião da solenidade da ALPB para a entrega da Medalha Padre Rolim à personalidades que se destacarem nas áreas educacional e religiosa na Paraíba, Eliézer nos cedeu, sem qualquer restrição, imagens da sua grande obra, o filme “O Sonho de Inacim”, para a realização de um vídeo que nosso mandato produziu para ser exibido na abertura da Sessão Solene, no auditório da Fafic, em Cajazeiras”, recorda o deputado que também é da mesma região que Eliézer.

VEJA TAMBÉM

VÍDEO: Morre em João Pessoa, vítima da Covid-19, o teatrólogo e cineasta cajazeirense Eliézer Rolim

Deputado Jeová Campos.

Para Jeová, é difícil dimensionar a perda da arte e cultura da Paraíba com a morte de Eliézer. “Ele era um apaixonado e dedicado pesquisador da vida e obra do Padre Inácio de Sousa Rolim, e entregou-se com abnegada dedicação a projetar na tela do cinema a importância do sacerdote e educador cuja existência se confunde com a própria história de Cajazeiras. Que sua partida seja marcada pelo encontro com Padre Rolim, que, agora, poderá abençoar o talentoso artista que deixa sua obra eternizada naquela que tão bem deixou sua marca: a sétima arte. Que Deus receba Eliézer Rolim em sua infinita bondade e misericórdia, e conforte os corações de amigos, admiradores e familiares”, disse o deputado.

Biografia

Atuando no cinema como produtor, roteirista e diretor, Eliézer recebeu diversos prêmios e é conhecido nacionalmente pelas suas obras. No cinema, ganhou destaque como realizador dos filmes ‘Eu Sou o Servo’, ‘O Sonho de Inacim’ e ‘Beiço de Estrada’. Ele também recebeu premiação por produções teatrais, com as peças ‘Seca’, ‘Beiço de Estrada’, ‘O Barraco’, ‘Até Amanhã’, ‘Drops do Halley’, ‘Como Nasce um Cabra da Peste’, entre tanta outras. Em 2019, o filme ‘Beiço de Estrada’, foi selecionado para o Festival Internacional de Cinema Brasileiro, que aconteceu em Milão, na Itália.

DIÁRIO DO SERTÃO

TERRÍVEL

VÍDEO: Após bebedeira na zona rural de Princesa Isabel, homem mata seu próprio irmão a golpes de faca

FEROZ

VÍDEO: No sertão da PB, jumento sofre ataque violento de pitbull enquanto pessoas tentam conter o cão

DESMENTINDO

VÍDEO: Grupo do prefeito de Pedra Branca nega adesão a Veneziano e permanece apoiando João Azevêdo

OS PASSOS DO PAI

VÍDEO: Candidato a deputado federal, filho de Normando Sóracles destaca legado do pai e projeto político

Recomendado pelo Google: